Beleza

Os telemóveis e o teletrabalho estão a provocar-lhe rugas — mas não tem de ser assim

Demasiado tempo de exposição à luz azul dos ecrãs tem consequências negativas para a pele. Saiba como se pode proteger.

O teletrabalho veio fazer com que passemos mais horas em frente ao computador, entre reuniões e outras atividades. Mesmo até para quem já dependia destes aparelhos para a maioria do seu trabalho. Ainda assim, não é de agora esta nossa adição aos ecrãs.

Estamos rodeados de pequenas telas por todo o lado, desde o computador ao tablet, passando pela televisão, o relógio que muitos têm no pulso e, claro, o smartphone que não largamos nem para ir à casa de banho ou nos últimos minutos antes de apagar a luz para dormir. Isso acaba por ter consequências.

Até são conhecidas algumas vantagens da luz azul emitida por este tipo de aparelhos, como explicou o professor da Escola de Medicina de Icahn, em Monte Sinai, Nova Iorque, Meenakashi Gupta, à “Allure”: “A luz azul tem um importante papel na manutenção de uma boa saúde, pois regula o ritmo circadiano do nosso corpo — o nosso ciclo natural de sono”. Da mesma forma, ainda “aumenta a boa disposição e ajuda a memória e a função cognitiva”.

No entanto, sabemos que há muitos perigos associados a este tipo de luz. Há questões oftalmológicas como cansaço da vista, glaucoma ou cataratas que podem ser aumentados ou causados pelo excesso de exposição à luz azul, mas também há outros, como problemas de pele.

Sim, da mesma forma que a radiação solar — UVA e UVB, por exemplo — afeta a nossa pele, o mesmo acontece com a luz emitida pelos ecrãs. Citada pela mesma revista, a dermatologista da Escola de Medicina da Universidade de Nova Iorque, Shari Marchbein, explica que a luz azul “contribui para manchas castanhas na pele e hiperpigmentação como melasma e, possivelmente, para o fotoenvelhecimento e a degradação do colagénio, o que leva a rugas e flacidez da pele”.

Apesar da gravidade das consequências deste tipo de luz para a pele, não pense que esses efeitos são vistos rapidamente. Da mesma forma que os danos causados pela luz solar só são vistos muitas vezes por acumulação e ao fim de alguns anos, o mesmo acontece com os da luz azul.

Há até estudos que dizem que, quando comparados, os efeitos da mesma quantidade dos dois tipos de luz são maiores no que diz respeito à luz azul. Ao mesmo tempo, até dentro da luz azul pode haver diferentes características, o que leva a que nem sempre o computador seja o mais prejudicial porque está mais afastado, enquanto o telemóvel fica muitas vezes em contacto quase direto com a pele, no caso das chamadas, por exemplo.

Como evitar os efeitos negativos na pele

Da mesma forma que em quase tudo o que diz respeito à nossa pele, o mais importante é manter a hidratação. Uma pele hidratada e bem cuidada será sempre melhor do que uma pele a quem não se dá a devida atenção.

Assim, na hora da hidratação deve optar por cremes que contenham antioxidantes porque isso ajuda a combater os diversos fatores que todos os dias prejudicam a pele. Além disso, há já várias formulações de cremes de noite, de dia e de contorno de olhos, por exemplo, que dizem ser pensados para tratar ou atrasar os sinais de envelhecimento da pele provocados pelos efeitos da luz azul.

Como acontece com a luz solar, os protetores solares são essenciais neste campo e devem ser usados diariamente, mesmo que não saia de casa. Ainda que não esteja totalmente provado que esta proteção é eficaz para os dois tipos de luz, é melhor do que não ter proteção nenhuma. Há até alguns protetores solares que, à semelhança dos hidratantes de que falámos, dizem proteger também contra a luz azul.

No que toca aos ecrãs propriamente ditos, há ainda outros truques que pode adotar. Use os aparelhos com a menor luminosidade possível, reduza os níveis de brilho para assim diminuir também a quantidade de luz que é emitida. No caso dos telemóveis e tablets, a maioria tem a função de luz noturna ou redução de luz, que deve utilizar para da mesma forma evitar que a pele — e os olhos — recebam tanta luz.

Se a sua preocupação de cuidado de pele está ligada às manchas e outras marcas, carregue na galeria para descobrir dez produtos que ajudam nessa questão.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT