Beleza

Se o bronzeado lhe deixou a pela seca, besunte-se em óleo (não, não é uma piada)

É o seu melhor aliado após a exposição solar. Ajuda a manter o tom dourado, a evitar as manchas e atrasa o envelhecimento cutâneo.
A sensação de alívio é indescritível.

Conseguir um bronzeado de sonho é o principal objetivo das férias muita gente. O problema é que à medida que a pele passa mais tempo exposta ao sol a ganhar cor, os efeitos negativos desta exposição rapidamente se tornam visíveis. Os que mais saltam à vista são os escaldões (ou seja, as queimaduras solares). Outra das consequências do bronzeado é a desidratação da pele, que fica mais seca e, por vezes, até com manchas e irritações. Nestes momentos, o que deve fazer é besuntar-se em óleo. Literalmente e, sem medo de ficar com um aspeto engordurado. A pele fica mais brilhante e, claro, o tom dourado irá destacar-se.

O melhor é esquecer todas as ideias negativas que possa ter sobre o óleo hidratante, porque será o seu melhor aliado na luta contra os efeitos nocivos da exposição solar. “A oleosidade da pele é necessária. Temos óleos na nossa pele que ajudam a proteger e a hidratar. Por isso é que, quanto mais banhos tomamos, mais desidratamos a pele”, explica à NiT o dermatologista Luís Uva.

O diretor-clínico da Personal Derma acrescenta ainda que “o próprio suor também ajuda a desidratar. Quanto mais água temos, mais ela desidrata e acaba por perder os óleos essenciais que temos”. Uma das formas de combater a desidratação da pele é aplicar um óleo que irá replicar o mecanismo natural da epiderme para manter a hidratação.

Tipos de óleos

Estas substâncias gordurosas podem ser extraídas de plantas, sementes, minerais ou até animais, e têm diferentes características e benefícios. Mantêm-se líquidos à temperatura ambiente e podem ser combinados entre si. Os óleos que se aplicam na pele podem ser 100 por cento vegetais ou incluírem outros ingredientes (conservantes, por exemplo).  São ótimos companheiros da pele no verão — mas também podem (e devem) ser utilizados nas outras estações — e têm inúmeras vantagens, consoante a sua origem. Alguns estimulam a produção de colágenio, fundamental para a elasticidade e firmeza da pele; outros ajudam no processo de cicatrização.

Os óleos podem obtidos por extração a quente ou por prensagem a frio. No entanto, a segunda forma de extração garante uma maior qualidade, assim como a preservação dos seus benefícios, e é mais adequada para peles sensíveis. O método é um dos mais antigos e continua a ser valorizado, pois preservando ao máximo a pureza dos ingredientes sem adição de outras substâncias.

As vantagens da prensagem a frio

Num mercado com inúmeras sugestões acessíveis e eficazes, há também opções para diversas faixas etárias. Nos produtos extraídos a frio, para pessoas com a pele mais envelhecida, Luís recomenda um óleo de amêndoas doces que, por ser “rico em Vitamina E e ácido hialurónico”, “forma uma camada protetora contra a desidratação”. O óleo de coco é outra opção ideal para quando a pele enfrenta secura, além de ajudar contra a cicatrização: “todos acabam por auxiliar contra a entrada de microorganismos, porque reforçam esta barreira cutânea”.

O óleo de abacate é a melhor opção quando o principal problema for a pele irritada. Por isso, é uma boa alternativa aos cremes hidratantes que, muitas vezes, agravam esta situação. No caso de pele com acne, o óleo de melaleuca (árvore do chá) é  ideal devido às suas propriedades antissépticas e anti-inflamatórias.

Se preferir um óleo com outros ingredientes, uma das marcas mais queridas entre as portuguesas é a Bio-Oil, ao qual nem Kate Middleton resiste. As atrizes Priyanka Chopra e Natalia Portman também se renderam aos seus benefícios. Pamela Anderson, numa entrevista à “New York Magazine”, revelou o seu fascínio por este óleo hidratante: “Esfrego-o no corpo todo. Tenho [muitas] embalagens deste produto. Moro dentro dele”, disse.

Todos os óleos ajudam nos problemas como estrias, cicatrizes e sinais de envelhecimento. Um rosto e um corpo hidratados, e bem tratados, são a melhor forma de prevenir o envelhecimento da pele durante todo o ano, a par de uma proteção eficaz contra o sol. A textura gordurosa, que causa tanta aversão, é precisamente a característica que garante a eficácia da aplicação do óleo na pele.

Das opções 100 por cento vegetais e prensadas a frio às mais processadas, carregue na galeria para conhecer alguns dos óleos que deve incluir na sua rotina de cuidados com o corpo.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT