Beleza

Tennille Murphy: a influencer de 44 anos que assume os cabelos brancos desde os 23

Mudou de carreira quando já tinha alguma idade e focou-se no mundo digital. Os seus fios encaracolados e grisalhos sobressaem.
Não teve dificuldades em aceitar.

Descobrir o primeiro cabelo branco é um momento de terror para muita gente. Para muitas mulheres é um sinal inequívoco do arranque do processo de envelhecimento que preferiam evitar. Esta sensação de ansiedade face ao futuro é ampliada pela indústria da beleza que, promovendo a homogeneização, lança produtos para pintar o cabelo de forma frenética. É por esse motivo que são necessários exemplos que contrariam esta tendência e mostram que é possível adotar outra perspetiva.

Tennille Murphy, de 43 anos, descreve-se como especialista em clean beauty, uma guru de receitas à base de plantas e uma entusiasta da moda. Acima de todas estas etiquetas, é uma mulher negra de idade matura que exibe o seu cabelo natural de forma graciosa. Esta atitude inclui o tom grisalho que já conquistou mais de 200 mil seguidores no Instagram.

Com apenas 23 anos, a influencer de Los Angeles, na Califórnia (Estados Unidos), começou a notar o aparecimento dos primeiros fios sem cor. Desde então, e sem pensar no desconforto que poderia causar às pessoas à sua volta, decidiu que a única opção era exibi-los. Na verdade, não é incomum o cabelo perder a coloração por motivos genéticos ou patologias.

No caso de Murphy, seguiu o mesmo caminho que a avó. Recorda-se de a ver a exibir, orgulhosamente, cada fio grisalho que crescia. Seguiu o exemplo não só na pigmentação, mas ao apreciar o cabelo encaracolado que herdou. Recusa-se a alisá-lo e nunca o fez. Os jovens adultos podem, por vezes, sentir-se confusos em relação ao seu aspeto e aos padrões de beleza vigentes. Porém, quando se encontrava nessa fase da vida optou por criar o seu próprio ideal de beleza.

Ao mesmo tempo, sempre remou contra a corrente. Numa entrevista à publicação “Mutha”, definiu-se como “a ovelha negra da família”. A certeza e assertividade que sempre caracterizaram a influencer não era propositada. Várias experiências marcantes foram moldando a sua identidade, antes de se tornar um fenómeno digital.

Foi mãe adolescente, o seu primeiro filho a nasceu quando completou 18 anos. A situação levou a que mais tarde decidisse ficar em casa, com os filhos, um cenário assustador para alguém com muita ambição. Aproveitou para refletir sobre os próximos passos, nomeadamente no que diz respeito à sua carreira. A separação do pai dos seus filhos foi o acontecimento que a motivou a fazer uma mudança de rumo profissional.

Trabalhou como design de interiores ao trabalho e como comissária de bordo, e sempre que chegava a um novo emprego reparava que era a única mulher negra. Por isso, quis, sobretudo, tornar-se representante de uma comunidade. A sua paixão pela área da beleza está diretamente ligada ao desejo de mostrar toda a energia que uma mulher de cor consegue emanar, em qualquer trabalho ou com qualquer tipo ou cor de cabelo.

Passaram-se 20 anos desde que percebeu que a cabeleira grisalha podia ser uma mais-valia, ideia que quis partilhar. Em 2016, após várias experiências profissionais, decidiu fazer algo diferente. Lançou “The Tennille Life”, uma plataforma digital e a respetiva página de Instagram.

Com a sua melhor amiga, Carol, criou um espaço que mostra a beleza do processo de envelhecimento. Os problemas que a própria enfrentou, como a pesquisa pelos cuidados certos para o seu cabelo encaracolado, resultaram num conjunto de partilhas que inspiram outras mulheres a cuidarem-se e a desenvolverem autoconfiança.

“Sempre que alguém me pergunta sobre minha pele ou cabelo, começo sempre por dizer que são o resultado de um estilo de vida mais abrangente. Portanto, não é apenas “que base usa?”, mas é: “Isto é o que eu como diariamente. Esta é a minha atitude todos os dias. É assim que durmo e é deste tipo de pessoas que me tento rodear”, revelou à publicação “The Zoe Report”, sobre a relação entre beleza e estilo de vida.

A própria começou a ter mais atenção ao seu tesouro capilar por volta dos 30 anos, quando os fios brancos se multiplicaram. Percebeu que tinha de tratar bem dos caracóis, optando por produtos recomendados, e fazendo uma alimentação rica em minerais, vitaminas e plantas naturais. A pele, o cabelo e as unhas tornaram-se mais saudáveis e exibem o aspeto invejável que vemos nas redes sociais.

Capítulo a capítulo, Tennille Murphy foi construindo uma nova carreira quando já era uma mulher de idade. Não só o conseguiu, como o fez com a mesma convicção que a levou a nunca negligenciar o cabelo grisalho, os caracóis deslumbrantes ou o seu desejo de melhorar todos os dias.

Carregue na galeria para ver mais imagens da influencer.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT