Beleza

Virar a cabeça para baixo — o truque infalível para ficar com o cabelo mais comprido

Descobrimos o segredo para que os fios cresçam mais rápido: chama-se inversão capilar e não demora mais do que cinco minutos.
As influencers estão a aderir.

Muitas pessoas sonham ter cabelos mais compridos e saudáveis, mas este desejo nem sempre se concretiza. Todos os dias surgem novos métodos e mezinhas que prometem ajudar quem gostaria de exibir uma longa e farta cabeleira. Porém, nem todos são reais e seguros.

Um dos truques mais recentes é descrito como inversão capilar, e é um verdadeiro fenómeno no TikTok. Os vídeos de pessoas a lavarem o cabelo de cabeça para baixo multiplicam-se e somam milhões de likes. Sim, leu bem.

A NiT foi tentar perceber se esta técnica resulta mesmo ou se será inútil ficar com dores nas costas. “A inversão capilar tem, sim, resultados”, afirma o cabeleireiro Diego Morais, proprietário do salão Zero35, em Lisboa. O nome é pomposo, mas é apenas uma forma de estimular o crescimento dos cabelos através de uma massagem no escalpe.

A grande diferença está, como é fácil perceber, na posição. De cabeça virada para baixo, a circulação sanguínea flui mais facilmente até ao couro cabeludo com o atrito nos fios de cabelo, consegue-se exponenciar ao máximo o seu crescimento. Parece estranho, mas surte efeito, já que estimula a circulação, a oxigenação e o transporte de nutrientes até à raiz dos cabelos, ao mesmo tempo que os torna saudáveis e mais bonitos.

Ainda que possa virar a cabeça para baixo sempre que lhe apetecer, sem precisar de lavar os cabelos, o cabeleireiro de 29 anos realça a importância de recorrer a produtos que potenciem este efeito da gravidade no couro capilar. Os óleos de argão e de oliva, por exemplo, colaboram no rejuvenescimento do fio e reestruturam a fibra capilar, e que resulta em cabelos muito mais fortes e saudáveis. Já o óleo de rícino é poderoso no tratamento de cabelos danificados, prevenindo a queda e tratando até a caspa. São exemplos de produtos que pode aplicar nos cabelos para garantir o sucesso da técnica.

Não sendo complexa, pode fazê-la em casa. Diego Morais recomenda que, “sendo feito de forma autodidata, se opte por uma massagem mais leve”. Se pretender um tratamento mais profundo, “o melhor é dirigir-se a um profissional que irá fazer movimentações adequadas a cada necessidade”.

Para colocar em prática, só precisa de começar por escolher uma posição confortável, na qual fique com a cabeça para baixo. Pode ser deitada na cama ou no sofá, desde que mantenha a cabeça inclinada. Aplique depois óleo vegetal ou algum tónico capilar e massaje suavemente o couro cabeludo durante cinco minutos. Não utilize as unhas, nem esfregue com força.

Depois de terminar a massagem, volte à posição normal e deixe o produto agir por mais duas horas. Ao fim deste tempo, lave o cabelo com a cabeça, novamente voltada para baixo. Claro que só verá resultados se recorrer a este truque de forma periódica. Não adianta fazê-lo uma vez e esperar acordar com o cabelo como o da Cinderela.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT