Decoração

As adoráveis mini casas da IKEA são para levar uma vida sustentável (e já estão à venda)

A novidade da marca sueca pretende responder a uma tendência de mercado que está em crescimento.
Uma casa sobre rodas.

Há poucos problemas domésticos que não podemos resolver facilmente com uma ida à IKEA. Desde o escritório à cozinha, qualquer falta de utensílio serve de desculpa para corrermos para uma loja e passearmos pelos corredores, saltando de divisão em divisão a brincar às casinhas como se estivéssemos de volta à infância. 

A oferta da cadeia sueca está sempre a alargar-se e a surpreender os clientes mais fiéis. Desde dezembro de 2020, até passou a ser possível viver numa casa desenhada totalmente pela marca — e não estamos a falar apenas da decoração. 

A novidade bombástica da empresa veio na forma de uma mini casa focada na sustentabilidade sem sacrificar quaisquer luxos ou confortos, apesar do tamanho reduzido. Este tipo de casas móveis têm, tipicamente, menos de 46 metros quadrados de espaço e a sua popularidade cresceu exponencialmente na última década com o boom turístico, mas também para dar resposta a um estilo de vida que se está a tornar popular — o dos nómadas digitais.

O novo projeto chama-se IKEA Tiny Home Project e contou com uma colaboração com as empresas Vox Creative, American RV e Escape, a especialista em criar casas pequenas. O resultado foi uma estrutura em madeira com características amigas do ambiente, com rodas e que pode ser atrelada para o seu transporte. Tem painéis solares, retretes de compostagem e água quente.

ikea
Detalhes do espaço.

“Foi uma união natural”, disse Dan Dobrowolski, fundador da Escape, ao site “Lonely Planet“. “Já usávamos muitos produtos da IKEA nos nossos vários designs por todo o país, uma vez que representam os materiais renováveis, reutilizáveis e reciclados que incorporamos nas estruturas”. A construção do primeiro modelo foi feita em menos de 60 dias.

Abbey Stark, designer de interiores sénior na IKEA, desenvolveu o espaço usando produtos sustentáveis, multifuncionais, que não ocupam muito espaço e eficientes no consumo de energia. “Comecei por fazer uma lista de todas as necessidades do espaço”, explica à mesma publicação. “Como desenhar em torno de rodas e as mecânicas da casa? Queria usar materiais renováveis e reciclados sempre que possível para tornar o espaço funcional e bonito ao mesmo tempo.”

A casa foi decorada em tons neutros e madeira de pinho sustentável. Os armários da cozinha são feitos de tampas de garrafas recicladas e contam com espaços de armazenamento e mobília encastrada. Para trabalhar, até há uma secretária removível. Casa casa custa cerca de 39 mil euros e está à venda através do site da Escape, através do qual poderá pedir mais informações.

A seguir, carregue na galeria para conhecer melhor as novas mini casas da IKEA.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT