Decoração

IKEA vai comprar de volta os móveis usados pelos clientes na Black Friday

A iniciativa da cadeia sueca que quer dar uma segunda vida às peças usadas vai decorrer por tempo limitado.
Vai ser de 24 de novembro a 3 de dezembro.

Esta terça-feira, 13 de outubro, a IKEA anunciou que a Black Friday de 2020 vai ter uma dinâmica invertida: em vez de promover as vendas, a cadeia sueca decidiu comprar de volta aos clientes móveis usados da marca para inspirar uma filosofia de economia circular. 

Pela primeira vez nos 77 anos de história da empresa, as lojas de 27 países — incluindo Portugal — vão promover a campanha Buy Back Friday para dar uma segunda vida e uma nova casa a produtos indesejados, com pouca utilidade ou que se tornaram irrelevantes, através do seu reaproveitamento para serem vendidos em segunda mão.

Esta iniciativa vai decorrer de 24 de novembro a 3 de dezembro. Por cada venda, os clientes recebem um Cartão Presente da IKEA para ser usado em qualquer loja da maca no nosso País num prazo de um ano depois da sua entrega. O valor da compra vai depender do tipo de artigo e do seu estado de conservação, podendo ir até metade do preço original do produto. No mesmo período de tempo, os membros IKEA Family que quiserem vender peças usadas recebem também, além do valor atribuído, mais 50 por cento dessa quantia.

A empresa quer transformar-se num negócio circular até 2030. No ano passado, deu uma segunda vida a 47 milhões de produtos recuperados, reembalados e revendidos nas lojas IKEA. 

Para vender os seus móveis, terá de preencher um formulário disponível online que lhe dará uma estimativa do valor. De seguida, terá de entregar essa estimativa juntamente com o peça que pretender vender ao Balcão de Trocas e Devoluções de uma loja. Por fim, a empresa entrega-lhe o Cartão Presente para trocar em compras no prazo de um ano.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT