Decoração

Afinal, a que temperatura devemos lavar a roupa para “matar” o coronavírus?

Não basta pormos as peças com mais frequência na máquina de lavar. Há outras medidas que têm de ser tomadas.
Mude os seus hábitos de limpeza.

A rotina é quase sempre a mesma na maioria das casas: chegamos do trabalho, pomos a roupa no cesto e por lá fica durante dois ou três dias. Acontece que, com a Covid-19 a assombrar cada vez mais a nossa vida, há hábitos que têm mesmo de mudar.

Um deles é, sem dúvida, lavar as peças com maior frequência. E desengane-se quem pensa que basta fazer esse processo à temperatura normal, de 30 graus centígrados  — desta forma, não vai conseguir “matar” o vírus.

De acordo com a explicação que Deyan Dimitrov, bacteriologista e CEO da empresa Laundryhe, deu ao jornal inglês “The Telegraph“: “A temperatura normal do corpo humano é de cerca de 37ºC, promovendo o ambiente e as condições ideais para o aparecimento e sobrevivência de vírus. Isso significa que devemos pelo menos lavar a roupa a uma temperatura de 60º ou até a 90ºC”.

Segundo o especialista, há mais um truque. “Quem não é fã de passar a ferro tem uma motivação extra para realizar essa tarefa doméstica. As temperaturas do ferro de engomar podem atingir os 100º. Pouco é capaz de sobreviver a isso”, explica o bacteriologista.

Quanto às peças de roupa mais delicadas, Deyan Dimitrov sugere que sejam limpas a seco. Às toalhas, panos e roupa de cama e restante vestuário basta fazer o tratamento normal — sem esquecer a temperatura elevada, claro.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT