Lojas e marcas

+351: a marca com indicativo 100% português abriu uma loja no Algarve

Localizado num resort, o espaço só tem peças de roupa nacionais em algodão orgânico. A ideia surgiu quando Ana vivia no Brasil.
Ana mudou-se para o Brasil em 2012. Fotografia: Ludovico Silva

O número representa não só o indicativo de Portugal, como faz com que Ana Penha e Costa se recorde do número de vezes que o marcou quando estava longe de casa. Foi quando decidiu mudar-se para o Brasil, em 2012, que o +351 passou a fazer parte da sua rotina.

A verdade é que a adaptação não foi fácil. Tinha 24 anos e fazia um mestrado em Design de Moda, mas todos os dias sentia que estava em perigo devido aos tiroteios que ouvia na zona de São Cristóvão, no Rio de Janeiro. Nem podia ir surfar sozinha.

Entretanto, conseguiu um estágio numa das marcas mais conhecidas do país, a Osklen. Depois desta experiência, em 2014 voltou para Portugal para criar o seu próprio projeto. “Não me identificava e tinha imensas saudades de casa”, contou à NiT.  E assim nascia a +351.

Volvidos sete anos desde a abertura da primeira loja, na Rua Poiais de São Bento, em 2016, o negócio tornou-se numa referência no mercado português. O sucesso das peças de roupa coloridas foi tão grande que, desde então, já está presente em várias concept stores e outros pontos do País.

O novo espaço da marca representa uma estreia no sul, mais precisamente em Almancil, no Algarve. Localizado à entrada do resort Quinta do Lago, o ponto de venda abriu no início de abril e levou as peças de roupa em algodão orgânico para um novo destino.

“Queríamos expandir o negócio com lojas próprias fora da capital e surgiu esta oportunidade muito boa, porque fica numa zona com muito turismo e bastantes moradores”, explica. “São pessoas com muito poder de compra e sobretudo norte-americanos ou ingleses, que são o público-alvo da marca.”

É a primeira loja própria fora de Lisboa.

À semelhança dos restantes espaços da +351, todos os móveis foram desenhados pela marca. Embora siga a mesma linguagem “relaxada e vibrante do projeto”, a boutique de 40 metros quadrados tem uma atmosfera mais balnear devido à proximidade do mar.

“Tentámos fazer um mix diferente de produtos. Lançámos os bestsellers que temos nas lojas em Lisboa e misturámos com outras peças da coleção passada, porque o tempo ainda está incerto. Queríamos dar muitas opções”, refere a fundadora.

Na nova morada vai poder encontrar já as propostas da nova coleção, que incluem T-shirts, sweatshirts, hoodies, calças ou casacos. Entre os mais procurados, destacam-se as combinações às riscas e as T-shirts essenciais com mangas compridas.

Todas as peças são feitas com algodão orgânico em fábricas situadas no norte do País. Encontrar uma confeção foi, desde o início, um dos maiores desafios para Ana. Depois de muita procura, encontrou o dono de uma unidade em Guimarães que tinha alguns materiais em stock.

Atualmente, além do Algarve, a marca tem presença no Chiado e no Cais do Sodré, e em espaços multimarca como o The Feeting Room, Be We, Caju Comporta, The Hut, Mau Feitio ou Magic Quiver. Fora de Portugal, está presente na Vasquiat (Espanha), a Light Blue (Japão) e a Le’semer (nos EUA).

Porém, ainda falta cumprir o objetivo de abrir uma loja própria no norte do País. A próxima morada, assegura, a fundadora, e será no Porto. “Gostávamos de apostar no online porque é uma loja para o mundo. E quem sabe mais tarde investir fora do País”, conclui.

Além do retalho físico, pode conhecer as propostas da +351 no site oficial da etiqueta. Carregue na galeria para ver algumas imagens do novo espaço captadas por Ludovico Silva.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT