Lojas e marcas

A nova coleção Denim da C&A é irresistível, sustentável e super confortável

A NiT visitou a nova fábrica da marca na Alemanha para conhecer as jeans que vão chegar ao site da marca a partir de 24 de março.
Coleção feita com algodão orgânico.

Em 2021, a C&A anunciou a abertura de uma fábrica de inovação têxtil, que iria incorporar a mais recente tecnologia para a produção de coleções sustentáveis. A C&A’s FIT nasceu em Mönchengladbach, na Alemanha: “Estamos felizes por voltar a produzir no coração da Europa. Ao lado dos nossos sócios, queremos estabelecer novos padrões de fabrico têxtil”, disse na altura a diretora-geral da C&A Europa, Giny Boer.

Agora, em março deste ano, a NiT e a apresentadora da TVI, Mónica Jardim, foram perceber como se fabricam os novos modelos de jeans que prometem ser mais sustentáveis. A nova coleção chama-se Forever Denim e chega ao site da C&A a partir de 24 de março. Todos os materiais usados no fabrico destas calças são provenientes de fábricas europeias.

O algodão usado é orgânico, que é melhor do que o convencional. Apesar de ser um derivado também natural, a sua forma de cultivo é um grande problema de poluição. Estima-se que a cada ano a produção de algodão convencional usa 24 por cento dos inseticidas do mundo e cerca de 11 por cento dos pesticidas do mundo, que são altamente tóxicos para os solos.

Para isso, foram efetuadas algumas parcerias com fornecedores, por exemplo, italianos, alemães e polacos, para garantir que era criada uma coleção que não só é feita na Europa, como também é produzida com produtos de alta costura, como os botões e o tecido. Esta coleção segue um design intemporal, com modelos disponíveis para homens e mulheres. Existem três tons de azul: mais escuro, médio e mais claro.

Apesar de todos termos, no mínimo, um par de jeans no armário, pouca gente imagina o volume de trabalho que representa produzir cada uma destas peças. Antes de chegarem às lojas, estas jeans passaram por dezenas de mãos que recortaram, costuraram e fizeram todos os detalhes do modelo.

Quando a NiT chegou à fábrica, no dia 2 de março, faltavam poucos minutos para as 11 horas da manhã. Nessa altura, já estavam cerca de 100 pessoas a trabalhar. A nossa visita guiada começou numa sala gigantesca, com dezenas de máquinas espalhadas. Em cada uma delas encontrava-se o respetivo funcionário designado para aquela função. No início do processo, as peças são organizadas por rolos de tecido, que seguem para uma máquina a laser onde são cortadas a partir da faixa de tecido, segundo as especificações da modelagem. 

Depois, são enviadas para a costura, onde cada um desempenha uma função muito específica. Alguns processos e costuras são automatizados, como a costura dos bolsos da calça. Porém, as etapas seguintes passam por fazer os bolsos internos, bolsos exteriores, colocação de botões e tachas — o que é muito mais minucioso. 

Terminada esta fase, seguimos para a sala seguinte onde é tratado um dos elementos mais importantes da fábrica: a água. A partir daqui, a água é utilizada de forma eficiente para reduzir o uso desnecessário.

São utilizadas máquinas de alta tecnologia, com modernos sistemas de redução de consumo de água, que permitem utilizar no processo de lavagem uma média de 10 a 15 litros em vez dos 40 a 70 litros utilizados no mercado para produzir de forma convencional um simples par de jeans. Em todas as fases de lavagem e processo de fabricação, é utilizado equipamento com a mais recente tecnologia. 

Além disso, a marca está a trabalhar numa estação de águas residuais, que permitirá limpar a água utilizada na fábrica, para que possa ser devolvida ao ambiente de forma a alcançar a máxima sustentabilidade.

Normalmente, após a primeira lavagem e secagem, os jeans costuma encolher. Para que isso deixe de acontecer, a C&A lava todas suas peças na fábrica, antes de enviá-las para as respetivas lojas. Mas não fica por aqui. A lavagem também serve para customizar a peça e dar-lhe a sua cor final. É nesta fase que, em vez de produtos químicos perigosos normalmente utilizados, são usados produtos alternativos — como enzimas, sabões e amaciadores.

O tingimento também passou a ser muito mais sustentável, com uma redução do consumo de água até 70 por cento, melhor fixação do corante e, portanto, resíduos mais limpos.

A visita guiada terminou na customização da peça. E aqui há uma grande novidade. Normalmente, grande parte dos rasgos, desgastes e detalhes são feitos manualmente ou utilizando recursos de produtos poluentes. Nesta fábrica, os desgastes são realizados através de um laser. 

“A forma tradicional é feita com raspagem, aqui a nossa tecnologia é a laser, que, além de menos poluente, é mais confortável e saudável para o trabalhador. No processo de lavagem, nas máquinas de lavar, utilizamos apenas produtos químicos certificados”, conta-nos Felix Holtgrave, um dos diretores de gestão da fábrica. 

Outra enorme qualidade desta fábrica alemã é o facto de ser carbon free, o que significa que é livre de carbono. Ou seja: toda a eletricidade vem de fontes renováveis ​​e não há emissões de dióxido de carbono. As máquinas são alimentadas por energia eólica e, daqui a poucos meses, passarão a receber energia solar proveniente dos painéis solares no telhado da fábrica. 

No próximo vídeo, conheça melhor todo o processo de fabrico das novas jeans da C&A que foram pensadas de forma totalmente sustentável.

Este artigo foi escrito em parceria com a C&A.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT