Lojas e marcas

A “primeira coleção de roupa com canábis” é orgulhosamente portuguesa

A edição limitada da 8000Kicks conta com 300 unidades e cada modelo demorou 10 horas. Trituraram três quilos da planta.
Uma ideia pioneira.

Desde que lançaram os primeiros sapatos feitos em cânhamo em 2020, Bernardo Carreira e a avó Otília, de 81 anos, já perderam a conta às vezes que ouviram a mesma pergunta: “Podemos fumá-los?”.  Em abril do ano passado, a dupla decidiu responder à provocação com o lançamento de um par que, em vez de ter a fibra da canábis como matéria-prima, foi criado com a flor da planta.

Ao fim de um ano e depois de os modelos terem chegado a publicação internacionais e estrelas como Mike Tyson, voltam a repetir a proeza. Só que desta vez optaram por criar “a primeira coleção de roupa no mundo que usa erva de CBD” para assinalar 20 de abril, o dia da canábis.

Em colaboração com a marga Inimigo, criaram uma linha composta por t-shirts e bonés de edição limitada. Ao todo, serão vendidas apenas 100 unidades de cada uma das três propostas, que contam com um coração removível e fixado com velcro na zona do peito.

“A ideia para o design surgiu da sinergia entre as duas marcas. Ambos usamos designs simples e o coração é um dos símbolos da Inimigo”, explica Bernardo à NiT. “Então, decidimos dar o nosso toque e tivemos permissão para fazer o coração deles em flores de canábis para criar um design oversized e minimalista.”

Cada coração contém aproximadamente 20 gramas de CBD de alta qualidade e é artesanalmente produzido para garantir a máximo impacto visual e olfativo. Para chegar a esta coleção, que pretende “destigmatizar o mundo” da canábis, foram precisas cerca de 10 horas de trabalho manual para fazer cada modelo.

As T-shirts estão disponíveis em duas cores.

Para criar o modelo, foi necessário um moedor industrial para triturar as flores. De seguida, as sobras são coladas em camadas sob um tecido com alguma adesão, começando pela porção mais grossa. Posteriormente, foram costurados manualmente numa confeção em Felgueiras, a Nisiseltor. Por fim, foi utilizada uma cola à base de água para unir os materiais.

“A nossa coleção continua a estar muito virada para o mercado norte-americano e alemão, onde o publico gosta deste estilo”, acrescenta o jovem, frisando que “continuam a não dar para fumar, mas cheiram 100 por cento a erva e o aspeto pode passar essa ideia” que tem feito sucesso entre o público-alvo da marca.

Além destes detalhes, cada peça da coleção é acompanhada de informações detalhadas sobre o uso e cuidados com o coração de CBD removível. Mais uma vez, não foi criada para ser consumida, mas para desmistificar vários dos mitos e dos preconceitos que ainda existem acerca do CBD.

“A coleção oferece aos consumidores a oportunidade de experimentar não apenas o conforto e estilo do cânhamo, mas também a beleza do do CBD numa única peça de vestuário”, conclui. “Estamos entusiasmados em apresentar esta colaboração única que combina moda e bem-estar de uma forma inovadora.”

Os artigos estarão disponível para compra exclusivamente no site da 8000Kicks e no site Inimigo a partir de 20 de Abril, mas já pode reservar em pré-venda. Todas as peças custam 95€.

A história da marca

Quando Bernardo Carreira, de 27 anos, regressou de Londres, no Reino Unido, em 2018, viu na matriarca a aliada perfeita para cumprir o seu objetivo. Queria desenvolver um negócio próprio na sua terra natal, em Minde, no distrito de Santarém. Para isso, os 50 anos de experiência de Maria Otília na confeção têxtil mostraram-se perfeitos para dar vida sua ideia.

“A minha avó já tem 79 anos e não tem as mãos [para criar os artigos]”, frisa o neto. “É a chefe. A avó Otília é quem manda nos produtos todos. À mesa durante almoço, estamos sempre a discutir os produtos novos.”

A parte “mais inacreditável” da história, explica Bernardo à NiT, é mesmo verdade. O componente principal do tecido do produto principal é feito a partir de uma fibra industrial da canábis, o cânhamo, com inúmeras vantagens do ponto de vista ecológico.

A dupla por trás da ideia.

Para o produzir, é utilizada cinco vezes menos água do que a necessária no cultivo do algodão e não são precisos quaisquer pesticidas ou herbicidas para crescer. O cânhamo absorve o CO₂ da atmosfera e purifica os solos — “há quem diga que pode ser plantado até 14 vezes no mesmo solo sem o danificar”, explica.

Os longos meses de desenvolvimento começaram em agosto de 2018, chegando as primeiras propostas de sapatos ao público em maio de 2019, com o apoio de uma campanha de crowdfunding em que conseguiram reunir cerca de 214 mil euros. A marca começou por se chamar DopeKicks, mas mudou de nome para 8000Kicks.

O catálogo da marca inclui também mochilas, botas de cânhamo impermeáveis, meias e até cintos. Em abril, também abriram uma loja na LX Factory, em Lisboa, em colaboração com a marca Imago.

Carregue na galeria para ver as botas de cânhamo sem atacadores e conhecer outros produtos da marca.

 

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT