Lojas e marcas

As amigas apaixonadas pela sustentabilidade que lançaram uma marca de roupa

Daniela trabalha na Unilever e Ana Rita na sede da Mango. Agora, têm um projeto que só recorre a tecidos desperdiçados.
Daniela e Ana Rita.

É uma marca de moda responsável com um twist. O que Daniela Figueiredo, de 27 anos, e Ana Rita Velhinho, de 28, querem fazer é inspirar as mulheres com peças de roupa alternativas às das marcas fast fashion, sem esquecer um pormenor muito importante: o estilo. Foi por isso mesmo que as duas amigas se juntaram e criaram a NEM.

Em maio deste ano, este projeto português chegou com tudo, numa loja online que, explicam, se baseia em dois pilares principais: a ética e a sustentabilidade. As peças são todas feitas à mão por encomenda, aproveitando sobras de produção: “Damos uma segunda vida a tecidos que possivelmente teriam o lixo como destino final”, contam à NiT.

As etiquetas e embalagens de envio também são amigas do ambiente e a transparência está no centro do negócio, desde o momento do pedido ao momento em que as encomendas são entregues aos clientes. Mas os salários dos colaboradores não ficam fora desta equação. Remunerações justas, que valorizam o trabalho de todos os que estão envolvidos no processo, fazem parte da missão da marca.

“As nossas peças são feitas a partir de sobrantes de produção têxtil ou ateliers de confeção nacionais. Como estes tecidos existem em pequenas quantidades, só conseguimos fazer um limite de peças com cada tecido, permitindo-nos assim ter coleções únicas e propostas exclusivas”, continuam, sobre o modelo de negócio.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por NEM ® Responsible Fashion (@nem.made)

Já o design é concebido para que possam ser usadas em qualquer ocasião, com atenção ao detalhe e valorizando a estética. A confeção é manual, feita em Portugal, e está a cargo de uma equipa de costureiras experientes. “O nosso objetivo é evitar a sobreprodução e, ao mesmo tempo, garantir que cada peça seja feita com muito cuidado.”

Para que isto seja possível, o tempo de entrega leva entre duas a três semanas, consoante a quantidade de trabalho das costureiras. Esse compasso de espera é indispensável para que cada unidade possa ser cortada e costurada à mão, individualmente.

Chama-se NEM porque o lema é “nem com, nem sem”. Daniela e Ana Rita querem ser aspiracionais, mas acessíveis; estimular a mudança, sem a exigir; informar, sem sobrecarregar a comunidade. Tudo isto para ajudar a travar o impacto negativo da indústria da moda no planeta.

Daniela mora em Lisboa, estudou gestão e marketing e trabalha atualmente como gestora de marca na Unilever. Considera-se “entusiástica e empenhada”. Está sempre atenta aos detalhes e tem um enorme interesse pela temática da sustentabilidade.

Por outro lado, Ana Rita mora na cidade espanhola de Barcelona. Estudou gestão, marketing e moda e trabalha como gestora de produto na Mango. É curiosa e dedicada, interessa-se por moda e é apaixonada por sustentabilidade.

Na loja online da NEM, vai encontrar roupa feminina que varia entre vestidos, tops, calções, calças, macacões e tote bags. Já os preços vão dos 12€ aos 85€. Carregue na galeria para conhecer algumas propostas deste projeto português.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT