Lojas e marcas

Antú: o conceito brasileiro que junta roupa vintage e brunches chegou a Lisboa

Por lá, vai encontrar roupa em segunda mão de marcas como a Moschino ou Balenciaga, mas também cocktails e pratos para partilhar. A inauguração acontece a 29 de julho.
Tem propostas para homem e mulher.

Em julho deste ano, o conceito brasileiro Antú atravessou o Atlântico para se instalar em Portugal. Os fundadores, Matheus Veronez, Sabrina Rossi, Christine Veronez, Pedro Garcia e Igor Morzini, resolveram estrear o seu primeiro ponto de venda na Europa numa das zonas mais movimentadas da capital portuguesa. Fica no número 22 da Rua do Corpo Santo, no Cais do Sodré.

Este novo espaço já está a funcionar em regime de soft opening — a inauguração oficial está marcada para 29 de julho. Por lá, vai encontrar um projeto que junta vários conceitos diferentes. “A Antú assume-se como marca que quer gerar um choque de cultura com o que já existe no mercado”, começa por explicar Matheus Veronez, idealizador da Antú.

É uma marca de personalidade high low, que aposta numa forte presença nas redes sociais, em pontos de venda com uma estética limpa, arquitetura refinada e um serviço de atendimento de qualidade. Além disso, propõe fomentar as cenas artísticas e musicais dos lugares por onde passar.

A Antú foi desenvolvida a pensar nos amantes de música, moda, arte, surf, skate e da gastronomia. Em Lisboa, os clientes vão encontrar um local onde podem “sentir-se em casa”. É um projeto em que o vestuário está em destaque, sim, mas que também funciona como um híbrido entre loja e café.

antú
A Antú fica no Cais do Sodré.

As portas abriram a 20 de julho com um menu cheio de pratos para partilhar, lanches clássicos e brunches ao fim de semana. É o chef Christine Veronez que está à frente da cozinha: já passou, por exemplo, pelo El Celler de Can Roca, em Girona, Espanha, que já foi considerado um dos melhores restaurantes do mundo.

Já os cocktails de autor e clássicos estão a cargo da mixologista Sabrina Rossi, que já passou por vários hot spots na Europa. No que toca a vestuário, vai encontrar por lá a pop up vintage da Wavey Garms, de Londres, e peças em segunda mão de marcas como a Moschino, Balenciaga, Lacoste e Palace, entre outras. 

Para ajudar a promover o talento nacional, há ainda espaço para exposições de arte físicas e digitais, com a curadoria da artista plástica Maria Guimarães. As novidades, prometem, serão muitas ao longo dos próximos meses. 

Durante o soft opening, a Antú está aberta nos dias de semana entre as 14 horas e as 22h30, e, durante o fim de semana, das 9 horas às 22h30.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT