Lojas e marcas

Art.Z: o novo salão de beleza lisboeta com bartenders, photobooths e muitos serviços

A segunda inauguração na capital do conceito inovador aconteceu no dia 22 de setembro, no Campo Pequeno. Um salão a visitar.
A natureza é uma das inspirações na decoração.

Em plena pandemia, em julho de 2020, nascia na zona do Saldanha, em Lisboa, o Art.Z, um salão de beleza que aposta num conceito “que engloba beleza e serviços de A a Z”. Dois anos depois, o mesmo negócio instala-se no número 19 da rua Dona Filipa de Vilhena, no Campo Pequeno, com um conceito mais focado no autocuidado e numa experiência que vai muito além do cabelo. Inaugurou no dia 22 de setembro.

“Como [a primeira unidade] surgiu numa fase atípica, não podia ser tradicional ou não sobrevivia. A ideia inicial era cuidar uma das outras num espaço seguro”, refere Renata Schiavo. Juntamente com a mãe, Niva, e a irmã, Michele, fundou o negócio aquando da mudança do Brasil para Portugal há cinco anos.

Ao procurarem espaços para tratar do cabelo, sentiram-se “abandonadas nos serviços públicos”. Num grupo de adaptação, no Whatsapp, indicaram o nome de Lusi Zamban, um profissional que as apoiou no empreendimento que revelou a necessidade de muitas outras pessoas.

“A nossa missão é transformar o processo de beleza. Abrimos uma segunda loja, porque é uma demanda crescente e não queremos que os espaços estejam saturados. Aumentou o número de pessoas à procura de atendimento e a experiência podia ser prejudicada, já que os profissionais não podem dar a atenção necessária”, avança.

Os serviços prestados passam pelo hairstyle feminino, masculino e infantil, escovagem, ondulação, tratamentos, coloração, manicure, spa, maquilhagem e barbearia. Em cada caso, antes de atenderem o pedido, fazem o diagnóstico a cada cliente e, quando necessário, dependendo da saúde dos fios capilares, sugerem tratamentos. Mesmo que o cuidado desejado seja remarcado, o Art.Z é feito de muito mais do que esta oferta.

Bartenders, festas e descontração

De forma a levar a componente da experiência mais além, também pensam nos eventos sociais. Todas as sextas-feiras, quem visita o espaço pode usufruir do momento “Bolo das Amigas”, onde podem provar um bolo caseiro e sentir o aconchego de uma boa companhia. Durante o verão, destacam-se as Summer Sessions, com bartenders que fazem bebidas que acompanham um momento de descontração.

Apesar de serem encontros habituais, preferem manter o fator surpresa nas iniciativas. “Nunca avisamos, nem divulgamos nas redes sociais, para manter a magia das pessoas chegarem e não saberem o que está a acontecer”, acrescenta Renata, sobre mais um fator capaz de conquistar novas clientes.

Num dia mais calmo, pode passar no conceito do Art.Z apenas para tomar um café, experimentar uma bebida. A receção funciona também como um bar cujo grande objetivo é criar momentos descontraídos e de convívio. E, claro, pode apenas visitar mais um local que prima pela estética irrepreensível e singular.

O bar fica na receção do salão.

O paraíso das fotografias

“Queríamos que o salão fosse instagrammável, porque no final a cliente sente-se confiante e quer tirar uma fotografia incrível. Em qualquer ângulo do espaço, conseguem fazê-lo”, reforça. Por um lado, dispõem de um baloiço — um canto chamado photobooth — à frente de um fundo com elementos naturais. Numa outra unidade, o espaço está projetado para outro tipo de imagens devido a um mega espelho.

Todos estes momentos são possíveis graças ao trabalho da designer de interiores Thay Botelho, da Nest Arquitetura e Design. Ao pensar-se numa forma de traduzir para o interior uma linguagem jovem e moderna, mas aconchegante, trabalharam com cores, texturas e materiais como a mistura entre a madeira e o verde. A cor tornou-se a assinatura da marca pela ligação à natureza e pela simbologia da cor.

Destaca-se, por exemplo, um lavatório em verde mármore. “A amplitude proporciona um jogo de luz natural que valoriza o trabalho dos profissionais”, refere Renata. E acrescenta que cada canto “serve de refúgio e tranquilidade, no meio das características urbanas da zona. O ponto alto é a parede em backlight com verdes por trás, apostando uma sensação de exterior, mesmo estando dentro do salão”.

Ainda em Portugal, querem explorar novas cidades porque “Lisboa já tem muito atendimento”, sendo que estão a prever uma abertura no Porto. De seguida, querem sair de Portugal e levar este conceito para novos territórios.

Pode visitar o novo salão do Art.Z no número 19 da rua Dona Filipa Vilhena, no Campo Pequeno. O anterior, no número 93 da rua Luís Bivar, no Saldanha, também está aberto para marcações. Visite ainda o Instagram e o site, onde pode fazer as marcações. No caso dos preços dos serviços de hairstyle feminino, vão dos 25€, no caso de um brushing, aos 150€, se for um alisamento.

Carregue na galeria para ver mais imagens do espaço.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Dona Filipa Vilhena, 19
    1000-146 Lisboa
  • HORÁRIO
  • Segunda-feira a sábado das 9h às 20h

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT