Lojas e marcas

Babs: novos modelos dos chinelos nacionais cheios de estilo são feitos de alfarroba

As propostas são inspiradas nas babuchas marroquinas e podem ser usadas fora de casa. A inovação é uma alternativa ao couro.
São super fofas, confortáveis e “muito estilosas”

Quando viajou com a filha para a Dinamarca, Joana Pereira reparou que nas casas não entravam sapatos, um hábito com o qual concordava. Resolver importar este costume, mas descobriu que para quem não quer andar descalço em casa, a alternativa passava por calçar um par de chinelos, algo “com pouco glamour”.

No final de 2019, a argumentista de profissão teve ideia de criar as Babs. Tudo começou “como uma espécie de brincadeira”, conta à NiT. Andava a fazer um curso de costura e, durante a produção, inspirou-se nas tradicionais babuchas marroquinas, mas sem usar peles animais.

“Imensa gente que vinha a minha casa achou piada”, recorda. Sabia que tinha encontrado ali um nicho em que valia a pena apostar. A primeira coleção foi feita com sacos de café e serapilheira. “Utilizo sempre materiais reciclados. Acho que é esse o futuro”, realça a fundadora, de 62 anos.

Desde então, nunca mais parou de experimentar novas ideias. Para este outono-inverno, Joana voltou a inovar: acaba de lançar uma linha dos chinelos cheios de estilo e muito confortáveis. As novas Babs são produzidas num tecido inovador, 100 por cento natural e português. Replica a textura e aspeto do couro, mas é feito a partir da alfarroba.

Tal como os restantes modelos da marca, são igualmente indicados para usar em casa. Pode “andar confortável sem ser feio” e, além disso, têm a vantagem de poderem ser usadas noutros espaços, como o jardim, o terraço, decks de madeira e até na praia.

Outras clientes já as utilizaram em ocasiões especiais. “Fiz um par para uma noiva que queria tirar os sapatos de salto alto depois da cerimónia. O resto do casamento ia ser passado com as Babs”, aponta. “Também já ouvi de outras que mandaram pôr uma sola e foram sair com elas. Há sempre espaço para a criatividade”, garante.

As peças são produzidas a partir de matérias-primas recicladas ou naturais, sempre à mão, em São João da Madeira, por uma equipa de costureiras. Depois, são entregues em todo o mundo. Afinal, Joana tem clientes de países como Itália, França, entre outros.

As Babs estão à venda por 45€ e podem ser pedidas através da página de Instagram, entre os tamanhos 35 e 46. Carregue na galeria para conhecer os novos modelos.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT