Lojas e marcas

The Body Shop estreia um novo conceito de loja no Colombo com uma estação de refill

Funciona como uma espécie de atelier ativista. Por lá, os clientes podem encher garrafas de água e personalizar presentes com autocolantes.
Abriu no final de abril.

Não é bem uma loja, ou pelo menos não é só isso que quer ser. A The Body Shop reinventou-se e tem um novo conceito que quer ser uma espécie de “atelier ativista” e que estreou no nosso País no final de abril, no espaço que já ocupava no Centro Colombo, em Lisboa. 

A marca de beleza icónica é conhecida pelos seus produtos de cosmética de qualidade que se inspiram na natureza, mas também por seguir uma filosofia de que os negócios podem ser uma força positiva que estabelece valores éticos. Atualmente, tem mais de três mil lojas em cerca de 75 mercados e mais de 800 referências de produtos cruelty-free (isto é, que não são testados em animais), desde a famosa Body Butter de Karité ao creme de mãos de cânhamo, um bestseller, passando pela adorada linha de cuidado facial da Tea Tree.

Esta nova loja do Colombo funciona com o conceito Activist Maker Workshop. É um laboratório de ativistas que permite aos clientes explorar, descobrir e experimentar, mas também quer inspirá-los com o propósito ético da marca. Em destaque está a estação de refill, algo que os responsáveis querem que se torne uma realidade comum.

Por lá, os clientes podem comprar o seu gel de duche, champô, condicionador e gel de mãos numa garrafa de alumínio reutilizável, escolhendo entre 12 referências disponíveis. Uma vez terminada, basta voltar a uma loja com a embalagem limpa e pronta a receber um novo refill. É simples e uma pequena ação que pode gerar mudança.

O espaço foi equipado com elementos sustentáveis, feitos com madeiras reaproveitadas e plástico reciclado de forma a minimizar o seu impacto ambiental. A fachada metálica é um bom exemplo: é feita de alumínio, um dos materiais que requerem menos energia na fabricação, além de ser infinitamente reciclável. Algumas bancadas são feitas de materiais 100 por cento reciclados que, de outra forma, acabariam em aterros.

Agora, também será possível encontrar alguns expositores exclusivamente dedicados aos produtos da marca mais adorados por todo o mundo. Linhas como a Tea Tree, Charcoal e Hemp, com grande foco num super ingrediente — e com fórmulas provenientes do programa de Comércio Justo com Comunidades da marca — tornaram-se em icónicos favoritos devido às suas fórmulas altamente eficazes. Os colaboradores também estão sempre disponíveis para fazer demonstrações, oferecer dicas personalizadas e diferentes formas de experienciar estes produtos.

Já a área ativista é uma das grandes novidades deste conceito de loja da The Body Shop. Neste espaço, os clientes podem descobrir as raízes ativistas da marca e todas as campanhas que lançam para gerar mudanças sociais, em questões que podem ir desde a igualdade de género aos testes em animais para fins cosméticos. 

Na nova estação de presentes, aqueles que visitarem o espaço podem surpreender os amigos e família com embrulhos personalizados com autocolantes, laços e papel reciclado. Até pode colar autocolantes nas garrafas de alumínio. Se tiver sede e tiver uma garrafa reutilizável, também pode enchê-la na estação de água. 

“A nossa loja do Colombo transmite os mais altos valores da The Body Shop”, diz Constança Firmino, relações públicas da marca em Portugal. “Este novo conceito de lojas marca o regresso às nossas origens e ao espírito ativista da marca. Queremos unir forças com os nossos clientes e, juntos, descobrir e explorar os nossos produtos e lutar pela mudança positiva em direção à igualdade.”

A seguir, carregue na galeria para ver algumas imagens da nova loja da The Body Shop no Centro Colombo, em Lisboa.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT