Lojas e marcas

Cout: a nova marca nacional “discretamente elegante” para minimalistas

O objetivo é "misturar um charme nostálgico com a sofisticação contemporânea". As peças são feitas com algodão em Portugal.
A marca foi fundada por três jovens.

Moderno, oversized e elegante. Sempre que procurava por novas marcas nas redes sociais, Guilherme Joaquim, de 18 anos, não encontrava uma opção nacional que cumprisse estes requisitos. Cansado da falta de alternativas, o jovem começou a idealizar a etiqueta ideal.

Quando fez os primeiros esboços, já tinha arranjado dois aliados. O primo Pedro Jesus, 21, e a namorada Carolina Filipe, 20, partilhavam o mesmo gosto pelo estilo old money — roupa intemporal e de inspiração clássica, mas à qual fazia falta um toque moderno.

“Tentamos misturar um charme nostálgico com a sofisticação contemporânea que já não se vê muito”, explica à NiT. “Queríamos revolucionar a oferta para a malta mais jovem e chamá-los para o nosso clube.”

Em fevereiro, a comunidade passou a ter uma alternativa: a Cout. Sob o mote “quietly elegant” (ou seja, “discretamente elegante”) trata-se de uma nova marca portuguesa com T-shirts minimalistas onde o logótipo azul-escuro da marca surge sob uma superfície branca.

“Não é um desenho muito complexo, mas é suposto ser chamativo e trendy”, acrescenta. Inspirou-se na filosofia de etiquetas como a Ralph Lauren e a Nude Project — que chegou recentemente a Lisboa —, onde as tendências do streetwear andam de mãos dadas com a intemporalidade.

O próprio nome da etiqueta, Cout, surge do calão norte-americano para o termo “cultura”. O trio tem os olhos colocados no que se faz lá fora, mas todas as peças são desenhadas e feitas 100 por cento em Portugal, com algodão.

“Trabalhamos com a produção da Amaral Factory, que são donos de uma marca de roupa e fazem toda a parte da costumização”, refere. A premissa do trio é muito simples. “Queremos abranger o mercado quase todo com peças que se adaptem à maioria dos estilos, mas que prezem pela qualidade.”

Mesmo sem cores garridas ou desenhos berrantes, os fundadores acreditam que a aposta numa logomania mais discreta “é o destaque que um look precisa”, sobretudo quem prefere optar cor conjuntos mais simples.

Para isso, e devido ao lançamento tão próximo da estação quente, vão começar apenas com T-shirts. “É o mais viável para conseguirmos captar clientes porque são as peças mais baratas”, explica. Porém, estão a pensar fazer todo o tipo de partes de cima, passando pelos hoodies, por exemplo.

Pode descobrir as peças no site oficial da marca. Cada T-shirt custa 35€.

Carregue na galeria para descobrir os modelos da Cout ao detalhe.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT