Lojas e marcas

David Beckham vai ao Euro 2024 com a camisola da AliExpress

A marca chinesa que pertence ao grupo Alibaba contratou um jogador de peso para combater a adversária Temu.
Uma estratégia para aumentar as vendas.

O antigo capitão da seleção inglesa foi apresentado esta segunda-feira, 27 de maio, como o novo embaixador da AliExpress. A contração faz parte de uma agressiva estratégia do grupo chinês Alibaba (ao qual a plataforma online pertence) para tentar recuperar terreno conquistado pela Temu, a adversária da PDD Holdings, que soma clientes por todo o mundo.

David Beckham será o protagonista da ação publicitária que o grupo preparou para o campeonato europeu que se avizinha. A novidade foi anunciada poucos meses após o Alibaba se ter apresentado como um dos patrocinadores oficiais da UEFA Euro 2024, que arranca já a 15 de junho na Alemanha.

A quota de mercado da AliExpress tem sido abocanhada pela Temu, graças os seus métodos agressivos de venda online de produtos ainda (mais) baratos e às ofertas bizarras. Um dos grandes impulsionadores de vendas da plataforma foi o famoso intervalo da final do Super Bowl. A empresa comprou vários espaços publicitários nas pausas do jogo e o resultado foi estrondoso.

Os downloads da aplicação da Temu aumentaram 34 por cento no domingo do jogo de futebol americano, quando comparado com os números do ano anterior, adiantou a Apptopia, aqui citada pela Reuters.

A rival do grupo Alibaba espera alcançar resultados semelhantes durante o Euro 2024, mas a escolha de Beckham não deve apenas ao seu mérito desportivo. O antigo futebolista também representa o novo posicionamento que a marca espera atingir. Ao incentivar os clientes a “marcarem mais pontos com a AliExpress” — o mote da campanha — os consumidores associarão Beckham a uma figura de confiança e a produtos de qualidade, como já o faz com outras marcas reconhecidas como a adidas e a Tudor.

Leia o artigo da NiT com as principais diferenças entre duas gigantes da ultra fast fashion, a Temu e  Shein.

Carregue na galeria para conhecer algumas das pechinchas das duas rivais chinesas —das mais bizarras às banais. Os preços começam nos 47 cêntimos.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT