Lojas e marcas

Demarca: nova marca nacional de joias quer “fazer parte da rotina das mulheres”

O negócio foi criado por dois irmãos que cresceram no mundo da ourivesaria. Inspiraram-se no mercado internacional.
As mulheres com um gosto intemporal são o público-alvo.

As férias de verão tinham um gosto agridoce para Pedro e Miguel Barbosa. Em miúdos, os irmãos sonhavam passar todos os dias a andarem de bicicleta ou a jogarem futebol. Porém, a realidade que conheciam era outra. Metade desse longo período sem aulas era passado na fábrica da família. No espaço fundado pelo avó em Gondomar, em 1958, recordam a infância a ver como uma série de ourives trabalhava no fabrico de joias clássicas e intemporais.

A dupla, já a terceira geração de uma família ligada à arte da joalharia, decidiu apostar no mesmo negócio. A 8 de outubro, apresentaram a Demarca, insígnia com propostas até então com pouca expressão no mercado nacional.

A primeira coleção, intitulada Femina, tem cerca de 50 referências marcadas pela leveza e intemporalidade. Entre escravas, anéis, brincos, ear cuffs, pulseiras e colares, o lançamento prima pelas linhas orgânicas, sem pedras e, sobretudo, por combinar inovação e versatilidade.

“Era um negócio que me suscitava alguma curiosidade, mas sempre o percecionei como algo familiar e fechado. Havia pouca variação”, conta à NiT Miguel, de 33 anos. “No início, fez sentido socorrer-nos de outra experiência profissional. Senti que iria haver algum momento na vida em que ia ser chamado para este mundo novamente.”

E assim foi. O fundador formou-se em gestão de marketing, integrando um setor ligado à economia. Já Pedro, 24 anos, optou por não entrar diretamente na faculdade e passou um ano a explorar o ramo da ourivesaria. Quando terminou a licenciatura, em ciências do desporto, decidiu tomar o rumo familiar.

“A sociedade que vinha do nosso avô foi mudando e, em alturas da nossa vida, vimos que as exigências do mercado eram diferentes”, acrescenta. “Participávamos em feiras internacionais e víamos que, em França ou em Itália, olhava-se e consumia-se a joalharia de forma muito diferente.”

A entrada no quotidiano feminino

A falta de inovação sentida em Portugal foi o ponto de partida para desenharem a primeira coleção. Após vários meses de pesquisa sobre o consumo internacional, juntaram essas conclusões aquela que queriam que fosse a identidade da etiqueta. Era importante passar uma mensagem.

“Queremos fazer parte das rotinas diárias das mulheres e mostrar que as joia já não funcionam como um símbolo de status. Deve ser acessíveis e práticas, peças que as clientes usem em circunstâncias que ultrapassam as reuniões de trabalho ou na escola dos filhos”, continua. “Queremos ser indispensáveis para mulheres cosmopolitas, que andam sempre em reboliço.”

Sejam mães ou viajantes, mais ousadas ou recatadas, os designs são pensados para serem usados por todas, todos os dias. As criações Demarca querem acompanhar todos os momentos, dos mais casuais e descontraídos aos eventos mais formais.

No primeiro lançamento, optaram por aquilo que o público pede. Apostaram em peças com um “design moderno, robusto e simples”. Trabalham com prata de lei 925, polindo cada criação com ródio ou banho de ouro. Conjuga-se a leveza com a tecnologia para criarem peças a preços acessíveis, com base em desenhos feitos pela dupla e concretizados na fábrica onde cresceram, no norte do País.

O próprio nome do projeto, com dois significados, denuncia o principal desafio deste projeto. Um deles é delinear um território na vida das mulheres, enquanto se diferenciam das restantes propostas já disponíveis no mercado.

Os irmãos já têm os olhos postos no exterior. Estão a trabalhar as redes sociais, a negociar parcerias com influencers e em pontos de venda físicos. “Quando não aparecemos e não somos reconhecidos, ou acabamos por ser esquecidos”, conclui.

A primeira coleção da Demarca já está disponível no site oficial e os preços oscilam entre os 10€ e os 80€. Carregue na galeria para conhecer algumas propostas.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT