Lojas e marcas

Esta coleção de joias sem género foi desenvolvida por uma brasileira e um português

Juliana Bezerra e Miguel Marques da Costa juntaram-se para desenhar 86 colares que podem ser usados por homens e mulheres.
A colaboração foi lançada a 22 de novembro.

Com o Natal à porta, a joalheira brasileira Juliana Bezerra abriu as portas do seu atelier ao português Miguel Marques da Costa, fundador da marca C.R.T.D e da loja House of Curated. O resultado da colaboração entre os dois criativos foi uma linha de joalharia sem género, lançada oficialmente a 22 de novembro.

“Em nove anos de marca tenho criado coleções muito femininas. Ainda que tenha alguns homens a comprar peças, as minhas clientes são sobretudo mulheres e tinha vontade de falar também com o público masculino”, começa por explicar à NiT Juliana Bezerra. “Já conhecia o Miguel, identificava-me com a estética dele, gostava da leveza — era o que procurava.”

Em conjunto, esta dupla criou uma linguagem sem género, para todos, que começou a ser desenvolvida no início do verão. “Reunimos inspirações de várias viagens que fizemos, de lugares que são especiais por diferentes razões — Ibiza, Rio de Janeiro, Quénia”, conta Miguel Marques da Costa.

O resultado materializou-se em 33 pendentes, que são como amuletos, e que podem ser usados separados ou em conjunto em quatro malhas diferentes. Todas as peças estão disponíveis em prata e prata dourada, algumas delas em prata oxidada. São 86, no total, que concretizam centenas de possibilidades.

juliana bezerra
Os amuletos da linha Souvenir — prata, prata dourada e prata oxidada.

“Todas as peças têm um significado: o macaco é uma referência a uma viagem à Tailândia; a libra vem de Inglaterra, mas tem uma ligação ao Quénia; temos medalhas que dizem ‘I love Ibiza’ e ‘I love Rio’; o copo de vinho é símbolo de festa; a ametista vem do Brasil; a concha faz alusão ao oceano e a tesoura e o alicate são pistas para o universo masculino, que é agora explorado nesta coleção”, revela a brasileira.

E remata: “As pessoas que as escolherem vão atribuir os seus próprios significados. Também temos números, um anel, um ponto de interrogação. É uma coleção de amuletos.”

A linha chama-se Souvenir e já está à venda na loja online de Juliana Bezerra, bem como no atelier da joalheira, que fica no número 2B da Rua Gonçalves Zarco, no Restelo, em Lisboa. Os preços variam entre os 35€ e os 104€.

Como começaram os criadores?

Juliana nasceu no Brasil e estudou na Escola de Joalharia, no Cais do Sodré, que entretanto fechou. Esteve lá durante quatro anos. Estagiou na galeria Teresa Seabra e, mais tarde, resolveu abrir um atelier com três amigas: Ana Sales, Mafalda Maia e Sónia Adónis. Na mesma altura, criou a marca homónima e passou a vender as suas peças através do Facebook.

Em setembro do ano passado, concretizou um dos seus maiores sonhos: abriu o seu próprio atelier no número 2B da Rua Gonçalves Zarco. O projeto é da decoradora de interiores Rita Mongiardim.

juliana bezerra
A dupla maravilha, Juliana Bezerra e Miguel Marques da Costa.

Miguel Marques da Costa licenciou-se em Hospitality Management em Glion, na Suíça. Em 2017, lançou a C.R.T.D, depois de uma viagem ao Quénia, para vender camisas com padrões vivos feitos no mais fino dos algodões. Em 2018, caiu nas boas graças de Madonna, que se tornou fã do projeto e até partilhou alguns looks na sua conta de Instagram.

Em setembro deste ano, juntou-se à amiga Catarina Justino para abrir uma loja onde todas as peças são alvo de uma curadoria rigorosa. Chama-se House of Curated, fica no número 174 da Rua Presidente de Arriaga e tem marcas exclusivas para homem e mulher, como a brasileira Perigo, a australiana APNEA, a carioca Studio Areia e a mexicana The Pack.

Carregue na galeria para conhecer também o espaço da House of Curated.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT