Lojas e marcas

O novo drinking game português para jogar com amigos que é um fenómeno de vendas

A 99 Plus One foi lançada em julho para criar momentos divertidos no desconfinamento. O sucesso foi estrondoso.
Para os programas de desconfinamento.

Em janeiro deste ano, enquanto o País estava em confinamento obrigatório para travar os contágios por Covid-19, Sara Vicário, de 23 anos, sentiu que tinha perdido aquilo que mais valorizava: as relações com as pessoas que a rodeavam. Foi nessa altura que acabou por ter uma ideia que lhe ocupou grande parte dos dias passados em casa.

A 4 de julho, lançou finalmente o resultado no mercado. A 99 Plus One é uma marca portuguesa de jogos que tem como objetivo valorizar os momentos passados com os amigos. “Depois deste ano e meio, o primeiro lançamento era óbvio: um Drinking Game totalmente adaptada à nossa realidade como jovens e adultos”, conta a fundadora à NiT.

É um baralho de cartas aparentemente normal, mas não guarda um jogo qualquer. Mistura vários tipos de interações, desde lutas de polegares a confissões mais íntimas ou debates de ideias sobre algum tema. “É isso mesmo que queremos proporcionar. A possibilidade de dar um sentido maior aos convívios com os amigos”, continua.

Para testar a ideia, convidou o amigo Francisco Grilo, também de 23 anos, a experimentar o jogo, nessa altura ainda em formato digital. Jogou com outros amigos e todos adoraram a experiência. Foi aí que perceberam que o resultado final tinha potencial, não se tornava repetitivo e estava pronto para avançar. Agora, pelas mãos de uma dupla  — é que Francisco gostou tanto da experiência que acabou por se juntar a Sara na fundação da 99 Plus One.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por 99 Plus One (@99.plus.one)

“A inspiração veio de vários jogos que já tínhamos inventado e jogávamos para nos divertirmos. O processo criativo demorou alguns meses para que os desafios e perguntas fossem originais e para que nada no jogo se tornasse repetitivo ou cansativo”, explica Sara.

Entre as categorias de desafios, destaca o “tribunal”, onde são feitas votações de olhos fechados para escolher a pessoa com a característica referida na respetiva carta; e o “confessionário”, que se distribui entre várias cartas com perguntas mais íntimas, cujo propósito é abrir diálogo e espaço a conversas mais profundas durante o jogo.

O nome do projeto inspirou-se no número de cartas de cada baralho. São 99 unidades com perguntas, jogos e desafios, mais uma, a carta de introdução. “É uma marca portuguesa que nasce com o propósito de fazer cada momento em companhia ter mais significado. O nosso objetivo é criar e produzir jogos dinâmicos totalmente pensados para a conexão e diversão máxima de todos os jogadores.”

Sara e Francisco são de Lisboa. Ela está a concluir o mestrado em Gestão de Marketing no IPAM; ele terminou recentemente a licenciatura em Gestão de desporto na Faculdade de Motricidade Humana. Lançar um projeto no meio da pandemia “foi um desafio”, principalmente “em tempos de muita exigência na faculdade, frequências, exames e a adaptação ao online”.

“Tínhamos que conciliar constantemente contactos e visitas a fábricas e fornecedores com tudo o resto nas nossas vidas”, desabafa Sara. Durante alguns meses, todo o desenvolvimento teve de acontecer online, com todas as limitações deste meio na criação de um negócio. “A ideia inicial era a marca ter sido lançada em junho e só um mês mais tarde conseguimos ter tudo pronto”, continua.

O desafio tomou outras proporções para dois jovens que nunca tinham criado uma empresa. “Eu e o Francisco não tínhamos tido nenhuma experiência do género. Até agora, fazemos tudo sozinhos: desde a ideia ao contacto com os fornecedores, passando pela montagem das caixas dos jogos e depois o embalamento e gestão de encomendas”. Já a designer Inês de Castro Mendes, foi uma grande ajuda, dizem, para que tudo ficasse pronto a tempo e exatamente como imaginavam.

Além do Drinking Game, pretendem lançar mais jogos com o mesmo conceito, mas para todas as ocasiões e idades. Até ao final deste ano, esperam ter o segundo lançamento disponível. Entretanto, em conjunto com o primeiro, vão desenvolver várias edições especiais com extras, de acordo com a altura do ano. “Brevemente teremos um kit de regresso às aulas”, revela.

O Drinking Game está apenas disponível na loja online da 99 Plus One, mas de momento está esgotado. Quem quiser comprá-lo, terá de colocar o email na caixa de newsletter para receber um aviso assim que forem repostas mais unidades. 

Custa 16,95€ e contém 100 cartas agrupadas em 13 categorias; uma playlist para acompanhar o jogo; QR codes dinâmicos com mais de 300 ideias para jogar “Eu Nunca” ou “Preferias”; um bloco de notas e lápis; manual de instruções. Nas notas, os fundadores explicam: “não é, certamente, o típico drinking game com temáticas de que já estamos fartos”.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por 99 Plus One (@99.plus.one)

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT