Lojas e marcas

Esta marca portuguesa de luxo esgotou a nova coleção em poucos dias

A Non Manon criou uma linha inspirada nas divas do disco e o sucesso foi imediato. As encomendas serão reabertas em breve.
A coleção Disco Witch da Non Manon inspira-se nas décadas de 70 e 80.

Para celebrar a época festiva de 2021, a marca portuguesa Non Manon lançou no início de novembro uma nova coleção-cápsula. Chama-se Disco Witch e o sucesso dos padrões psicadélicos foi tão grande que as peças esgotaram em poucos dias.

Felizmente, quem quiser pôr as mãos nestas propostas ainda vai poder fazê-lo. À NiT, Marta Carvalho, a criadora, conta que na próxima quarta-feira, 24 de novembro, os clientes vão poder voltar a fazer encomendas dos looks perfeitos para as festas de Natal e Ano Novo.

“Para facilitar a produção, agora temos um sistema em que abrimos a loja durante uma semana e fechamos durante as duas semanas seguintes para produzirmos as peças encomendadas. Depois, voltamos a abrir”, revela. Através da conta de Instagram e do site oficial, a Non Manon vai partilhando as datas em que os pedidos podem ser feitos.

A coleção Disco Witch inspira-se nas décadas de 70 e 80 e nas divas que dançavam incansavelmente no Studio 54, o famoso clube noturno em Nova Iorque. As propostas são ousadas, coloridas e, como sempre, amigas do ambiente.

“Sempre tive um fascínio por bruxas e magia, e a identidade da Non Manon é muito ligada ao mundo do vintage e a décadas passadas, por isso criei esta personagem, a Disco Witch, que no fundo é uma mistura desses dois elementos”, conta Marta.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por NON MANON 🦋 by Marta Carvalho (@nonmanonbrand)

Ícones de estilo como Cher, Diana Ross, Grace Jones e outras musas da era disco serviram como fonte de inspiração para criar a personagem. “É uma mulher que não se leva demasiado a sério, mas sabe o que quer. É destemida e mantém-se fiel aos seus ideais. Esta coleção representa precisamente isso.”

A linha é composta por cinco peças: um blazer, umas calças, um top, uma saia, um vestido e duas T-shirts, cujos estampados foram criados em colaboração com a ilustradora britânica Nikki. Todas as peças são produzidas em Portugal por uma modelista e uma costureira locais, recorrendo a algodão 100 por cento orgânico com certificado ambiental.

A produção da marca é sempre made-to-order, isto é, feita de forma a evitar desperdícios e excessos de stock. À exceção das T-shirts, podem ainda ser feitas à medida sem custos adicionais. A nova linha já está à venda na loja online da marca, com preços que vão dos 50€ aos 450€.

Afinal, como começou a Non Manon?

Marta Carvalho, de 24 anos, estava farta de procurar uma insígnia portuguesa sustentável e que vendesse peças que realmente quisesse comprar. A maioria das marcas eco-friendly, explica à NiT, focam-se em produzir artigos simples e minimalistas, uma estética que não satisfaz quem gosta de padrões coloridos, silhuetas femininas e cortes inspirados noutras épocas.

Assim, a designer de moda natural de Viana do Castelo — que tirou a licenciatura na Faculdade de Arquitetura de Lisboa — decidiu criar uma etiqueta sua, que pudesse replicar o sentimento de encontrar um “tesouro” numa loja vintage, mas que produzisse vários tamanhos, o mais inclusivos possível.

O resultado foi a Non Manon, que é 100 por cento portuguesa e vende peças em quantidades limitadas, feitas com tecidos sustentáveis, vintage e deadstock. Todas as coleções são desenhadas por Marta, que trabalha com uma modelista e uma costureira para “transformar as ideias em realidade”.

Carregue na galeria para conhecer as novas propostas desta marca portuguesa.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT