Lojas e marcas

Estas são as novas regras do Freeport e do outlet de Vila do Conde

Os dois centros comerciais reabrem na próxima segunda-feira, 1 de junho.
Fica em Alcochete.

O Freeport Lisboa Fashion Outlet, em Alcochete, e o Vila do Conde Porto Fashion Outlet, em Vila do Conde, recebem milhões de visitas por ano, contudo, nos últimos dois meses tiveram fechados devido à pandemia de coronavírus.

Na segunda-feira, 1 de junho, reabrem naquela que é a terceira fase de desconfinamento — e quase 100 por cento das lojas vão estar a funcionar. Contudo, vão ser aplicadas novas medidas e regras de acordo com a recomendações dadas pelo governo e pela Direção-Geral da Saúde.

Numa primeira fase, os centros comerciais reabrem ao público com um horário reduzido, das 11 às 19 horas. A ideia, segundo a Via Outlets, “é facilitar a readaptação dos colaboradores à rotina laboral e, ao mesmo tempo, disponibilizarr um período de funcionamento que responda às necessidades dos seus visitantes”.

Distanciamento social

Nos dois shoppings vai ser obrigatório o uso de máscara ou viseira. Além disso, tem de haver uma distância mínima de dois metros entre clientes que não pertençam ao mesmo grupo. Em cada 100 metros quadrados só será possível a permanência de um máximo de cinco pessoas.

Acesso aos Centros

À entrada dos centros comerciais vão existir equipas a fazer o controlo do número do total de pessoas permitidas no espaço ao mesmo tempo. Nos parques de estacionamento é recomendada a distância mínima de um carro entre veículos. Na área Welcome, os clientes vão ter disponíveis: cartões presente; Tap Miles&Go; inforomação de Crianças Seguras; carrinhos de passeio; cadeiras de rodas; carregadores portáteis; chaves higiénicas;  e bengaleiro. Para todos estes produtos/serviços foi criado um selo “Safe&Clean”, ou seja, uma certificação de higienizarão que permite a segurança redobrada dos seus clientes. 

Higiene e segurança

Vai estar disponível gel desinfetante em 38 locais de cada shoppings, além das lojas. As instalações sanitárias foram adaptadas e têm agora sistemas de push & pull — já nas zonas comuns colocaram dispositivos para abertura de portas com os pés. Existe um sistema de contagem de pessoas nas instalações masculinas e femininas. Ao mesmo tempo, este programa indica quando estiverem a ser realizadas as ações de limpeza/higienização. Os monitores estão instalados nos corredores de acesso às casas de banho, de forma desencontrada, “promovendo a organização de filas de espera em pontos com melhores condições para tal, evitando tráfego nas zonas de circulação”. Os WC´s de deficientes e fraldário têm um sistema tipo semáforo que indica se o espaço se encontra, ou não, ocupado.

Recorde-se que também os centros comerciais geridos pela CBRE já anunciaram as novas medidas. Recorde o artigo da NiT em que lhe contamos como vão funcionar, por exemplo, o UBBO, na Amadora: 8ªAvenida, em São João da Madeira; Alameda Shop & Spot, no Porto; Alma Shopping, em Coimbra; LoureShopping, em Loures; Nosso Shopping, em Vila Real; RioSul Shopping, no Seixal; TorreShopping, em Torres Novas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT