Lojas e marcas

Estes recém-licenciados não arranjavam emprego. Resolveram criar a sua própria marca

Bárbara e Alexandre são um casal de namorados. Para enfrentar a crise, lançaram a Íris Clothing, onde vendem roupa sustentável.
Bárbara e Alexandre.

Bárbara Freitas, de 23 anos e Alexandre Silva, de 25, são um casal de namorados que se licenciou em plena pandemia. Ela, em Gestão de Atividades Turísticas na Escola Superior de Hotelaria e Turismo de Vila do Conde. Ele, em Tecnologias e Sistemas de Informação para a Web na Escola Superior de Media Artes e Design de Vila do Conde.

Se é certo que a pandemia de Covid-19 abalou a economia portuguesa, pouco se fala das consequências que a mesma está a ter na vida dos nossos jovens e recém-licenciados. Com os diplomas concluídos, Bárbara e Alexandre cedo perceberam que as oportunidades nas suas áreas de estudo eram escassas e difíceis de encontrar.

“Desistir nunca seria uma opção e, por isso, unimos os nossos gostos e qualidades, bem como a enorme vontade de encontrar uma nova forma de rendimento, até que surgiu a ideia certa para o projeto ideal”, começam por contar à NiT. Foi assim que nasceu a Íris Clothing, que chegou ao mercado no final de agosto.

Esta marca de roupa sustentável vende peças feitas 100 por cento em algodão, com etiquetas de cartolina e poliéster reciclados, sacos de algodão pintados à mão e “outros pormenores”, dizem, que caracterizam o seu grande objetivo: sensibilizar os consumidores para que optem por um consumo “mais consciente e amigo do ambiente”.

íris clothing
Alguns dos artigos à venda.

Todas as peças estão à venda exclusivamente online, através das contas de Instagram, Facebook e Twitter. A peça-chave das linhas que lançaram são, sem dúvida, as T-shirts simples e unissexo. Há duas coleções: a Pocket Collection, com pequenos bolsos ao peito feitos a partir de tecidos desperdiçados de lojas e fábricas; e a Basic Collection, composta por modelos básicos com o logotipo da marca bordado. Os tamanhos vão do XXS ao XXXL.

Cada modelo custa 17,90€ e está disponível numa base em preto, branco, azul ou cinzento. Por cada três T-shirts vendidas da Basic Collection, os fundadores doam a uma associação portuguesa o suficiente para que uma árvore seja plantada e cuidada durante cinco anos.

Todas as T-shirts da Íris Clothing são peças únicas — não há duas iguais. As compras vêm sempre dentro de um saco de algodão reutilizável, para que “não se tornem lixo” e possam receber uma “nova vida” nas mãos dos seus clientes.

A 20 de novembro, Bárbara e Alexandre lançaram também uma nova coleção de máscaras reutilizáveis aproveitando retalhos dos tecidos que utilizam para fazer os bolsos das T-shirts. “Como não podia deixar de ser, de acordo com os padrões personalizados e exclusivos da nossa marca, apenas temos uma máscara de cada tecido”, revelam.

Pela conta de Instagram, já vai encontrar opções ilimitadas de tecidos lindos, super coloridos, em máscaras que até podem ser combinadas com as T-shirts. Cada unidade custa 4€, mas se comprar em conjunto com uma peça de roupa fica por 3,50€. Também os acessórios de proteção incluem na compra um saquinho de algodão reutilizável, que pode usar para os guardar na carteira, nos bolsos ou nas gavetas.

Já a terceira coleção de roupa será lançada “nos próximos dias”, adiantam, e foi pensada para os meses frios. Será uma linha de sweatshirts “únicas e personalizadas”, unissexo, como já é costume, e que também estará à venda nas redes sociais da marca.

A seguir, carregue na galeria para conhecer algumas propostas da Íris Clothing.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT