Lojas e marcas

Esticca: a marca de sacos de praia criados a pensar nas mulheres portuguesas

A necessidade de um rebranding levou as cofundadoras a alterar o nome do negócio, anunciado com o lançamento de uma nova coleção.
Os produtos são ideais para levar a casa às costas.

Os clientes da marca conheceram o projeto com o nome Yucca Bags, agora o negócio passa a apresentar-se ao mundo como Esticca. O upgrade já estava nos planos das fundadoras há algum tempo que, apesar do rebranding, continuam a manter a essência dos seus acessórios para a praia: o design clean e moderno, a atenção aos detalhes e a diversidade da oferta de sacos de praia são elementos chave.

Quando surgiu, em 2020, o projeto foi criado a pensar na típica mulher portuguesa. As sócias Margarida Caetanito, de 23 anos, e Catarina Guerreiro, de 22 anos, procuraram uma lacuna no mercado para perceber como poderiam acrescentar um produto com o qual se identificassem. Surgiu a ideia do saco de praia, que aproximava as fundadoras ao ambiente à beira-mar, com o qual têm uma relação de proximidade.

“A mulher portuguesa é muito prática. Acima de tudo, queríamos criar algo funcional e confortável para todos os momentos do dia a dia”, explica Margarida à NiT. “A mulher portuguesa sai da praia e vai as compras, vai buscar os filhos, vai dar um passeio ou tomar um café com as amigas e estes sacos de praia são muito versáteis nesse sentido”. Apesar da descrição da fundara, as propostas podem ser utilizadas também por homens.

“Antigamente as pessoas levavam um qualquer saco que tivessem por casa para a praia. Hoje em dia, uma deslocação ao areal é como se fosse um desfile e todos queremos estar bonitos no processo”, considera a jovem de 23 anos. Aos modelos de cores fortes, para mulheres arrojadas, juntam-se os sacos mais sóbrios para as mais discretas que preferem um apontamento no saco. Um bordado ou uma costura diferente são alguns dos pormenores que elevam o produto.

Um ano e meio depois do lançamento, decidiram fazer alterações à identidade marca. Não faziam parte do plano inicial, mas foi o pretexto para dar resposta às melhorias e à profissionalização que os clientes pediam: “Quando percebemos que era algo mais sério, pensámos em registar nome o mais depressa possível. Recorremos a advogados para o fazer, no entanto, existe uma marca de sapatos com o antigo nome e, por ser o mesmo setor, não nos foi possível”.

A escolha da nova designação foi feita com o objetivo de manter a identidade do período experimental da marca. Com a ideia de manter o duplo C de Yucca, a epifania ocorreu em pouco tempo: “Durante o processo de seleção da nova denominação, pensávamos que era o esticar, o prolongar, da Yucca”, acrescenta. “Com uma palavra tão portuguesa e que nós não usamos associada a coisas criativas, considerámos que seria um nome diferenciado para uma marca. A identidade mantém-se e as pessoas reconhecem isso”.

Juntamente com o anúncio do novo nome, a Esticca lançou, a 31 de março, a sua mais recente coleção de verão. Fotografada no Rio de Janeiro, a linha foca-se nas cores e nas propriedades únicas dos elementos naturais: “Cada saco foi pensado a partir de uma textura diferente da natureza, como a pétala de uma flor ou um rochedo. Cada saco tem uma delicadeza associada a esses elementos”.

Apresentada com uma nova identidade, a coleção mantém o método de trabalho que as duas sócias adotaram desde o início. A produção sustentável, com coleções exclusivas e em quantidades limitadas, continuam a ser prioridades. Alcançam este objetivo através da colaboração com fábricas portuguesas no norte do País.

Embora continuem focadas nos acessórios de praia, Margarida e Catarina têm vindo a adaptar as peças de verão a artigos que podem ser usados no inverno. “No ano passado, criámos as tote bags para as pessoas que não gostam de sacos tão grandes. São impermeáveis e reversíveis, para se adequarem a qualquer estação”, explica.

A grande novidade, porém, é estreia da Esticca no vestuário feminino. A marca prepara-se para lançar os vestidos camiseiros, com anúncio previsto para breve, e que funcionam não só para um cocktail na praia, como podem ser usados num festival de verão ou até num casamento.

“Foram dois anos de altos e baixos, sempre a aprender, porque começámos mesmo do zero. Não tínhamos experiência em trabalhar com fábricas, nem em confeção”, conclui Margarida, que reforça que o percurso tem sido enriquecedor para ambas as responsáveis.

A mais recente coleção da Esticca está disponível no novo site da marca e os valores variam entre os 36€ e os 39€. Carregue na galeria para a conhecer.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT