Lojas e marcas

Gabitim: a marca de biquínis desenhada a pensar nas mães que amamentam

Ao ser mãe, Cátia Almeida deparou-se com dificuldades ao alimentar os filhos na praia. Decidiu criar modelos únicos e adaptados.
Podem ser usados mesmo após o período de amamentação.

A amamentação é uma fase muito importante na vida de muitas mães, embora desafiante a vários níveis. Foi este o mote que deu origem à Gabitim, a primeira marca com biquínis adaptados a esta fase, lançada a 5 de abril.

Cátia Almeida, de 30 anos, é mãe de dois miúdos que a motivaram, aos poucos, a explorar o universo do swimwear. “A minha paixão pela amamentação nasceu em 2017, quando tive o meu filho”, contou à NiT. “Fui-me interessando cada vez mais pelo tema”, acrescentou, explicando que contou com o apoio de uma equipa médica que a permitiu fazer uma amamentação prolongada.

No ano seguinte, quando se encontrava na praia, a utilização biquíni revelou-se problemática. Não conseguia amamentar de forma confortável, pela falta de um fato de banho adequado. Nesse momento disse ao marido, num tom ainda incerto, que ia inventar um biquíni próprio para mães que amamentam.

Um dos detalhes que facilita o processo.

Em 2020, nasceu o seu segundo filho e voltou a ser confrontada com o mesmo problema. Uma vez que, tal como o irmão, foi amamentado durante um período prolongado, voltou a proferir a mesma afirmação. Desta vez, de forma mais assertiva. Juntou o nome dos seus filhos, Gabriel e Martim, para designar a marca com um título que tivesse um significado forte.

“Comecei a pesquisar, porque o design e a moda para mim eram um assunto completamente fora da minha zona de conforto e não sabia por onde começar”, explica. É formada em Educação, mas isto não foi um impedimento. “Falei com algumas amigas que faziam uns trabalhos de costura. Tive que estar aberta a ouvir pessoas da área.”

Cátia acrescenta que, na altura, não sabia “desenhar uma linha direita nem com uma régua.” Para resolver este problema, decidiu colaborar com uma designer que já conhecia. A marca nasceu com os primeiros desenhos e foi feita, “do primeiro traço até ao último, com muito amor.” A responsável por colocar os modelos no papel foi fundamental para o desenvolver do projeto, disponibilizando-se mesmo antes de serem acordados valores.

Por outro lado, ao perceber que a confeção exigia a produção em massa, foi necessário encontrar uma fábrica que o fizesse. Trabalha com uma manufatura na zona de Corroios, no Seixal, onde vive. No entanto, a apresentação do projeto revelou-se desafiante porque nunca tinham feito algo semelhante.

“Temos um biquíni [lilás] que abre verticalmente como se fosse um soutien de amamentação. E o preto abre horizontalmente. Num biquíni normal, temos que ser nós a dobrar ou enrolar o tecido. Neste caso, ficamos completamente confortáveis porque abrem e são maleáveis o suficiente para serem ser afastados para o lado.”

Permite que as mulheres continuem a sentir confiança.

Foi precisamente nos soutiens para amamentação que se inspiraram para criar as partes de cima dos biquínis, mas com diferenças a nível estético. Sobretudo porque as peças de lingerie adaptadas a esta funções não é são tão sexy: “Não queríamos que alguém dissesse que é um biquíni de amamentação, para [a mãe] se sentir confortável e confiante.”

Não usam aos ganchos que os soutiens incluem (mas molas, que são mais discretas) e as cuecas são subidas, a pensar nas mães que fazem cesariana ou não querem mostrar a barriga. E são feitas num tecido adelgaçante que se ajusta ao corpo. Tudo contribui para que seja uma peça que pode ser usada após este período. Segundo a fundadora, “podem ter vida para além deste período”.

Uma vez que muitas mães têm necessidade de ver e experimentar, Cátia quer tornar isto possível. Não tem uma loja física, mas as clientes podem agendar um dia para usar as peças sem compromisso. “Vou abrir as portas [de casa] como se fosse uma loja”, diz.

O lançamento do site da marca, bem como a revelação da primeira coleção, aconteceu no dia 5 de abril. Os preços oscilam entre os 59€ e os 67,50€. Também pode encontrar a Gabitim no Instagram e no Facebook.

Carregue na galeria para conhecer as peças que fazem parte desta primeira coleção. 

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT