Lojas e marcas

Hali Studio lançou uma linha desportiva para quem privilegia a moda confortável

Na nova coleção, a marca redefine a noção de conforto estético com peças que pode usar dentro e fora de casa.
A sustentabilidade está presente em todas as coleções.

O mercado da moda desportiva está em contínuo crescimento, indo além de peças mais funcionais que bonitas. Surgem novas opções que podem ser utilizadas em qualquer ocasião e que se adaptam ao estilo pessoal de cada um. Na sua nova coleção, também a Hali Studio — uma etiqueta nacional com um design minimalista, urbano e contemporâneo — mergulhou no mundo do sportswear.

Inês Faria, de 25 anos, é a mente por trás da marca e sempre soube que queria ser designer de moda. Em miúda, já desenhava as roupas que via na televisão e guardava todas as etiquetas e retalhos de tecido que encontrava. “Talvez o facto de ter crescido em Barcelos, no norte do país, onde temos uma forte presença da indústria têxtil, tenha ajudado a cimentar esta paixão”, reflete a criadora.

O processo de produção da Hali Studio ocorre precisamente nesta região onde existem fábricas que se dedicam a todas as fases de produção. Este fenómeno permite dar resposta à ambição de Inês de criar peças de alta qualidade, de forma ética e ecológica e com o selo 100 por cento português sempre presente.

O recente lançamento conta com peças minimalistas, mas elegantes.

“Penso que existe espaço no mercado para pequenas marcas sustentáveis, com métodos de produção éticos e ecológicos. Queria que este projeto fosse marcado pela empatia e humanização de uma indústria que depende de muita mão de obra. E também uma forma de consciencializar e educar os consumidores para o consumo de moda”.

Com isto em vista, durante todo o processo de criação das coleções, mantém os três pilares de desenvolvimento sustentável em mente: a vertente social, ambiental e económica. Neste último, procura promover a indústria nacional, enquanto o ambientalismo se traduz no uso de materiais naturais ou reciclados, assim como deadstocks. A nível social, o trabalho passa pela transparência e pela consciencialização do público para a moda sustentável.

Ao mesmo tempo, partilha a ideia do “mundo como um todo”, uma vez que “hali” significa condição em suaíli, uma língua com influências do árabe, persa, alemão, inglês, português e indiano. 

O nome da marca que sublinha que as nossas ações têm impacto global e também reflete o “objetivo de se relacionar com pessoas de todo o mundo”.

Básicos desportivos

A nova coleção, designada 2o3, foi lançada no início de abril e consegue, ao mesmo tempo, afastar-se e dar continuidade ao trabalho de Inês. Apesar da noção de conforto estético estar na base do ADN da marca, a nova linha de produtos assume-se como uma novidade “por ser uma coleção de modelos básicos e desportivos, com um sentido estético mais urbano”.

“Durante os últimos dois anos habituámo-nos a estar muito tempo em casa, com roupas confortáveis — quis seguir essa lógica”, explica. Com esta ideia em mente, lançou várias sweatshirts e fatos de treino que também podem ser usados na rua, claro.

Com esta coleção mais acessível a Hali Studio implementar a divisão da marca no futuro e ter uma linha principal e a seleção 2o3.

O nome da coleção aparece gravado nas peças.

Outro dos fatores que distinguem as peças da marca é a técnica de estampagem, feita de forma digital, que necessita de menos água do que a convencional. 

A coleção da Hali Studio está disponível no site da Bou Market, uma plataforma de venda de produtos nacionais, com preços entre os 49€ e os 125€. 

Carregue na galeria para conhecer algumas das peças confortáveis e sustentáveis que fazem parte do novo lançamento da marca.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT