Lojas e marcas

Já pode ver, tocar e experimentar as peças românticas e divertidas da Flair no Chiado

A influencer Mariana Ribeiro criou a sua própria marca online em 2020. Porém, quis dar resposta às necessidades das clientes.
Faz parte da loja Portuguese Concept.

A criadora de conteúdos Mariana Ribeiro deu a conhecer a sua marca, Flair, em 2020. Dois anos depois, o negócio continua a somar inúmeras clientes fiéis. Porém, as entusiastas apenas podiam comprar as peças joviais da etiqueta online. Tudo mudou a 28 de setembro, data em  marca ganhou um ponto de venda na loja Portuguese Concept, localizada no número 26 da rua Nova do Almada, em Lisboa.

“Tínhamos estado à procura, porque sentimos esta necessidade por parte das clientes. Andei pelas ruas e, sobretudo, nos sítios onde sabia que existiam concept stores que conjugam marcas portuguesas”, conta à NiT a empreendedora de 24 anos. Chegou a encontrar o espaço ideal no LxFactory, em Lisboa, mas estava cheio.

Dois meses mais tarde, foi contactada pelos donos, que também são proprietários da loja Portuguese Concept, e que se lembraram da Flair. No Chiado, queriam aliar um conceito mais minimalista ao projeto e assim nasceu a parceria, entre dois conceitos que se completam. Num espaço com uma decoração mais tradicional, vive um negócio dedicado a um público mais novo.

“Sempre me identifiquei muito com padrões, cores e um estilo muito espanhol. Inspiro-me na moda mais divertida e diferente”, explica Mariana Ribeiro, recordando uma coleção inspirada em Barcelona. A localização da Portuguese Concept, no coração de Lisboa, é uma vantagem. Todos os dias, passam pela loja muitas pessoas que sentiam falta de propostas playful, mas raramente as procuravam.

“O ponto estratégico facilita as vendas, tanto para os clientes que queiram experimentar as peças, como para quem opta pela opção de pick up points. Ou seja, podem encomendar online e levantar o artigo cá”, refere. Além disso, a marca está agora exposta a grande fluxo de turistas, um público mais difícil de atingir apenas com o seu posicionamento digital.

Neste momento, ainda estão a apresentar as coleções passadas, mas já estão a trabalhar numa nova linha. Será lançada no final de outubro e as propostas vão substituir todas as que estão expostas neste momento.

No próximo ano, a Flair irá lançar duas coleções principais: uma para a estação quente e outra para a fria. E ao longo do ano vão efetuando lançamentos esporádicos e temáticos, como a aposta nos fatos de treino, por exemplo.

O lançamento da Flair

No dia em que foi decretada a pandemia, em 2020, Mariana Ribeiro já tinha a sua marca idealizada e pronta para ser lançada. Juntou a sua veia empreendedora à sua paixão pela moda e, canalizando tudo o que tinha vindo a conquistar no digital, materializou-o num projeto próprio que mantém em conjunto com a mãe.

“Apresentei-lhe a ideia. Como ela é contabilista, a parte financeira e operacional está mais do lado dela. Criámos uma sociedade familiar”, adianta. A influencer, por sua vez, trata dos desenhos das peças e de toda a comunicação do projeto. Na base do negócio está a sua visão.

“O que mais me motivou a criar uma marca própria foi sentir que não encontrava este tipo de peças portuguesas pensadas para um público mais jovem. O que encontramos costuma estar destinado à faixa dos 25 anos para cima, com peças mais intemporais. Queria refletir a moda que se vê nas lojas de fast fashion, mas de forma sustentável”.

Todas as peças são de produção própria e fabricadas no norte do País. Desta forma, garantem a melhor qualidade possível através do trabalho em fábricas cuidadosamente selecionadas.

Sobre o desejo de abrir um espaço em nome próprio, Mariana não o descarta. Porém, não irá acontecer em breve: “Ainda estamos em fase de testes, a ver o que resulta. Vamos tentar criar mais eventos e garantir que as clientes tenham contacto connosco”, explica.

Se não resiste aos designs da marca, pode vê-los de perto no número 26 da rua Nova do Almada, em Lisboa. O catálogo continua disponível online e pode acompanhar as novidades da etiqueta através da página de Instagram. Carregue na galeria para conhecer algumas das peças mais vendidas, com preços entre os 9,90€ e os 74,90€.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT