Lojas e marcas

Lisboa tem uma nova loja com marcas independentes vindas de todo o mundo

O projeto lançado por dois amigos chama-se House of Curated. Por lá, há moda, apresentações relâmpago e exposições temporárias.
Um sem-fim de cores.

Na nova casa de Lisboa, todas as peças passam por uma curadoria rigorosa. A House of Curated abriu esta segunda-feira, 6 de setembro, no número 174 da Rua Presidente de Arriaga, mesmo ao pé da Rua das Janelas Verdes e do Museu da Arte Antiga, no bairro de Santos.

O espaço foi inaugurado com o objetivo de ser o primeiro em Portugal dedicado inteiramente a marcas independentes, novos designers e talentos emergentes nas áreas da moda, arte e cultura. Já o conceito saiu das cabeças de Catarina Justino e Miguel Marques da Costa, dois amigos e empreendedores de 28 anos.

“A ideia surgiu durante uma viagem ao Brasil. Enquanto procurava espaços para vender peças da minha marca, a C.R.T.D., conheci pequenos produtores, designers e criativos e o seu trabalho, ateliers que criavam roupa e objetos exclusivos e surpreendentes”, começa por explicar Miguel. 

A marca de que fala, a C.R.T.D., também já esteve, de resto, em destaque na imprensa. Lançou-a em 2017, depois de uma viagem ao Quénia, para vender camisa com padrões vivos feitos no mais fino dos algodões. Em 2018, caiu nas boas graças de Madonna, que se tornou fã do projeto e até partilhou alguns looks na sua conta de Instagram.

No entanto, foi a experiência do cofundador em terras brasileiras que lhe deu vontade de divulgar os tais pequenos projetos. Guardou os seus nomes para poder continuar a acompanhar as suas coleções e a fazer encomendas, mas cedo percebeu que o processo de compra online fora da União Europeia era, no mínimo, desafiante.

Depois de voltar do Brasil, convidou Catarina para jantar e apresentou-lhe a ideia de abrirem juntos um espaço com uma curadoria de marcas especiais, que só vendesse peças únicas. “Trabalharmos juntos já era uma hipótese. Somos amigos há muito tempo. Eu vivia em Madrid e trabalhava em Marketing, mas queria voltar para Lisboa”, conta a segunda metade da dupla.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por House of Curated (@houseofcurated)

Depois de encontrarem a casa certa, puseram a loja no rés-do-chão e os escritórios no primeiro andar. Foi aí que começaram um extenso trabalho de pesquisa e contacto com projetos. “Procurámos acima de tudo a originalidade, criatividade e exclusividade. Os nomes das marcas, provavelmente, vão ser desconhecidos para quem nos visita pela primeira vez, mas é exatamente isso que queremos. Ter poucos seguidores no Instagram da marca até é um plus para nós”, revela Catarina.

“Queremos ser uma plataforma de lançamento do que descobrimos e gostamos, uma ponte entre designers que estão a começar, e que têm potencial para crescer, e o nosso cliente final, que não se limita a quem vive ou visita Lisboa”, continua Miguel, acrescentando: “A House of Curated também está online e as peças podem ser enviadas para todo o mundo.”

Entre as primeiras escolhas estavam, claro, os coloridos coordenados em algodão da C.R.T.D., os padrões alucinantes da brasileira Perigo, os novos chapéus da portuguesa Hurricane, as cartas divertidas da LOT, os calções de banho criados a partir de garrafas de plástico pela australiana APNEA, os biquínis da carioca Studio Areia, e os conjuntos de seda, sem género, da mexicana The Pack. Mas a estes juntaram-se muitos outros nomes que querem trazer cor, novidade e mudança à cidade.

Para o futuro, preveem a chegada de coleções próprias nas áreas da moda, acessórios e decoração, e até intervenções artísticas e culturais. A porta desta casa está aberta a colaborações e a tudo aquilo que possa despertar a curiosidade dos dois amigos e fundadores.

Catarina estudou Economia na Universidade Nova e fez o seu mestrado em Marketing na capital espanhola. Já Miguel licenciou-se em Hospitality Management em Glion, na Suíça. Os seus percursos internacionais convergiram agora em Lisboa, onde estão à frente desta loja de 56 metros quadrados, com espaço para ideias vindas um pouco de todo o mundo.

Não existem noções além da óbvia: não se querem deixar limitar. “Vamos seguir as estações do ano, em vez de cumprirmos o calendário da moda, que antecipa as coleções. É importante estabelecermos o nosso próprio ritmo, já que estamos a criar um projeto muito específico”, adiantam.

Neste momento, estão a escolher as peças de inverno, mas querem ter liberdade para convidar designers e artistas para “apresentações relâmpago” e exposições temporárias. “Tudo o que nos interessa pode fazer sentido, desde que seja uma pista para o nosso conceito. A mutabilidade da loja é muito importante para nós, por não querermos estar presos a nenhum formato ou lugar.” Até porque, confessam, uma das suas ideias é fazer pop-ups da House of Curated em várias cidades.

A seguir, carregue na galeria para ver algumas imagens da loja.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Presidente de Arriaga, N. 174, 1200-774, Lisboa
    1200-774 Lisboa
  • HORÁRIO
  • De terça a sexta-feira, das: 11:30
  • às : 20:00
  • Sábados, das : 10:30
  • às: 19:00
  • Encerra às segundas-feiras e domingos.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT