Lojas e marcas

A loja online portuguesa que aluga roupa para grávidas tem agora opções para miúdos

A Mom-to-Mom já tem peças de vestuário para crianças, ajudando assim a promover a economia circular.
Para crianças até cinco anos.

Chama-se Mom-to-Mom e nasceu em plena quarentena. A loja portuguesa e online foi a primeira do País a focar-se inteiramente no aluguer de roupa para grávidas. O objetivo da fundadora, Susana Cunha Trindade, era o de contribuir para uma economia circular.

“A ideia surgiu porque tenho amigas mamãs e percebi pelas suas conversas e comentários que existe esta necessidade. Precisam de roupa para um tempo definido e que não seja muito cara, porque depois vai ficar parada dentro do closet. Isso, aliado à questão da sustentabilidade, uma vez que este modelo de economia circular e reciclagem têxtil promove um planeta mais verde para as futuras gerações”, explicava Susana à NiT, em julho.

Uma das propostas.

Agora, a partir da passada quarta-feira, 4 de novembro, já é possível encontrar roupa para miúdos até aos cinco anos. De acordo com a fundadora do projeto, fã de roupa em segunda mão, o sucesso da Mom-to-Mom entre as grávidas levou à expansão do conceito.

Existem três closets: o de bebés até aos 12 meses, meninas de um a cinco anos, e o mesmo para meninos. Tudo está disponível no site. Em todos, encontra peças a partir dos 5€ por mês.

E como é que funciona o aluguer? “A taxa de reembolso da roupa alugada é simples: o valor da peça é dividido por cinco, e apura-se o valor mensal do reembolso, pelo tempo de uso. Por exemplo, se a peça custar 20€, tem um valor de reembolso de 4€ por mês. Se usar apenas três meses, tem a receber 8€. Se devolver a peça passados os cinco meses e até um ano, a taxa de devolução é de dez por cento.”

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT