Lojas e marcas

Mom-to-Mom: a loja portuguesa online que aluga roupa para grávidas

A iniciativa nasceu durante a quarentena. As grávidas podem alugar peças ao mês e contribuir, assim, para a economia circular.
Uma óptima forma de poupar.

Para a maior parte das mulheres, estar grávida é sinónimo de ter de renovar quase por completo o guarda-roupa. E se a parte de ter roupas novas, bonitas e confortáveis para usar durante a gravidez até é gira, depois de o bebé nascer, a maior parte das peças acaba por ficar esquecida numa gaveta, a ganhar pó e a ocupar espaço.

Foi exatamente para resolver este problema que, durante a quarentena forçada pela pandemia de Covid-19, nasceu a primeira loja online de aluguer de roupa para grávidas. Chama-se Mom-to-Mom, é 100% portuguesa e foi criada por Susana Cunha Trindade.

Formada em Gestão de Marketing e Publicidade, e a concluir uma pós-graduação em Gestão das Organizações Sociais na AESE Business School, Susana, de 43 anos, criou uma solução tanto económica, como sustentável.

“A ideia surgiu porque tenho amigas mamãs e percebi pelas suas conversas e comentários, que existe esta necessidade. Precisam de roupa para um tempo definido e que não seja muito cara, porque depois vai ficar parada dentro do closet. Isso, aliado à questão da sustentabilidade, uma vez que este modelo de economia circular e reciclagem têxtil promovem um planeta vais verde para as futuras gerações”, explica a fundadora à NiT.

Susana Cunha Trindade confessa-se fã de roupa em segunda mão e de moda sustentável, e criou a plataforma que é também um espaço onde as recém-mamãs podem vender as roupas usadas durante a gravidez.

Um dos conjuntos disponíveis.

E como é que funciona o aluguer? “A taxa de reembolso da roupa alugada é simples: o valor da peça é dividido por cinco, e apura-se o valor mensal do reembolso, pelo tempo de uso. Por exemplo, se a peça custar 20€, tem um valor de reembolso de 4€ por mês. Se usar apenas três meses, tem a receber 8€. Se devolver a peça passados os cinco meses e até um ano, a taxa de devolução é de dez por cento.”

Na plataforma online, existe um separador dedicado à explicação de como funciona, com uma tabela de preços. Para quem quer vender as suas roupas usadas, e em bom estado, deve também seguir as regras referidas na loja online.

No closet da Mom-to-Mom encontra diversos artigos, desde calças, vestidos, blusas, e acessórios. Alguns são novos e têm ainda etiqueta. “Lançámos a loja no dia 16 de maio e já temos algumas vendas. O que mais sai são as calças e jardineiras”, indica Susana, que não tem filhos.

“Também começámos a ter closets de roupa de grávida privados de algumas personalidades ligadas ao teatro, sustentabilidade, rádio,… Como é o caso da atriz Rita Cruz, mas teremos mais alguns até final de julho.” Os preços das peças começam nos 3€ e vão até aos 50€. As entregas são feitas de forma imediata e para todo o País.

Outro conjunto.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT