Lojas e marcas

“Morreram todos.” A marca que transforma as maiores pérolas nacionais em T-shirts

A Lusco Fusco lança modelos minimalistas e divertidos. Muitas destas frases fazem parte do dia a dia dos portugueses.
"É a omidade."

Uma afirmação retumbante de José Rodrigues dos Santos, ao abrir o “Telejornal” da RTP1, tornou-o uma referência regular em conversas entre amigos. “Boa Tarde. Morreram todos”, disparou o jornalista, após o acidente do submersível Titan, em junho de 2023. Desde o episódio, a frase tornou-se um marco do humor nacional, deu origem a dezenas de memes e até inspirou uma canção viral dos Karetus.

Este é apenas uma das “pérolas nacionais” que deram origem à Lusco Fusco, a nova marca de roupa minimalista com frases bordadas. Lançada em maio, inclui T-shirts e acessórios (como bonés) baseados em vídeos que já se tornaram clássicos da cultura pop nacional.

A ideia partiu de Sara Ramos, 29 anos, que percebeu que várias destas expressões já faziam parte do seu dia a dia. “O meu grupo já falava quase em código. Sempre que estava com os meus amigos, revíamos estes episódios e reagíamos”, começa por explicar à NiT.

Apesar da formação em engenharia e gestão industrial, sempre foi interessada por design. Sempre que um amigo precisava de fazer um currículo ou a apresentação de uma tese, confiavam na sensibilidade estética da fundadora.

“No ano passado, percebi que apareceram em negócios relacionados com T-shirts e comecei a vender alguns desenhos para despedidas de solteira”, recorda. “Entretanto, de maneira aleatória, durante uma conversa com o meu irmão mais novo, surgiu a ideia de aproveitar estas private jokes nacionais.”

A edição especial em bordô.

O projeto está numa fase embrionária, mas Sara já prevê quais serão os bestsellers. “Que informação dramática” é uma das apostas. A frase é uma referência a uma entrevista num programa da manhã da TVI que se tornou viral. O senhor José — como é apresentado na emissão — presta um depoimento bizarro (e com uma postura apática) sobre o assassinato da mãe, em fevereiro de 2016. A afirmação singular do filho da vítima a recordar o momento em que é informado da tragédia entrou imediatamente para a lista das pérolas.

Apesar do contexto mórbido, o momento tornou-se viral e ainda é recordado por milhares de portugueses. Por isso mesmo, é um dos modelos que já tem recebido algumas encomendas. “Estou curiosa para saber qual vai ser a reação.”

Até ao momento, todas as ideias surgiram de momentos televisivos, como entrevistas a pessoas anónimas que acabaram por dar que falar. É o caso do clássico “vou abandonar, tenho uma consulta às cinco”, “vou-te comer, e comi” e “diga-me um”, sendo que este último foi usado por Manuel Serrão, num debate desportivo com o comentador Pedro Guerra no programa “Prolongamento”.

Muitos dos pedidos são de pessoas que compram as peças para oferecer. Quando um amigo faz anos, por exemplo, gostam de oferecer um modelo que faça referência a uma piada interna que se tornou regular, segundo a criadora do projeto.

Com exceção de uma edição especial em bordô, todas as T-shirts são em preto ou branco, com a frase gravada no peito. Os modelos são feitos 100 por cento em algodão, têm o logótipo bordado na zona do braço e a gola e os ombros têm uma costura reforçada.

Os modelos ainda não são produzidos em Portugal, devido às quantidades mínimas exigidas. Esse é, contudo, um dos principais objetivos para o futuro. Atualmente, Sara recorre a uma plataforma que envia diretamente os modelos para a Lusco Fusco.

O nome foi sugerido pelo namorado da criativa. Pesquisou, mas como não encontrou nada que a agradasse, decidiu abordá-lo. “Vais ter que arranjar um. Vai ser ótimo”, disse-lhe, num tom algo autoritário. E a missão foi comprida. “Era algo que ele já costumava dizer para descrever o amanhecer ou o anoitecer.”

A partir de setembro, com o fim do verão, Sara está a pensar em lançar as primeiras sweatshirts. E gostava ainda de lançar outras edições especiais, como peças dedicadas ao Natal, à Páscoa e ao Carnaval. “É possível encontrar sempre uma frase engraçada, aliar a moda ao humor e fazer alguém sorrir”, conclui.

Todas as T-shirts custam 27,70€ no site da marca. Carregue na galeria para conhecer alguns modelos.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT