Lojas e marcas

Esta marca portuguesa quer ajudar a reabilitar o telhado de uma família carenciada

A Näz vai doar 10 por cento das vendas de todos os gorros e cachecóis para a associação Just a Change.
Os gorros e cachecóis da campanha.

A filosofia da Näz já nasceu de uma vontade muito nobre que a sua fundadora, Cristiana Costa, tinha: produzir inteiramente em Portugal uma marca com roupas bonitas, sustentáveis e feitas de materiais reciclados. Chegou ao mercado em 2017, saltou para uma loja física no LxFactory, em Lisboa, em 2019, e agora também quer ajudar pessoas que estejam a viver em situações carenciadas.

No passado sábado, 16 de novembro, a Näz anunciou uma parceria com a ONG portuguesa Just a Change, que se dedica a reabilitar as casas de quem vive em condições de pobreza habitacional. Com esta iniciativa, a marca de roupa decidiu que 10 por cento de todas as vendas da sua linha de acessórios vai reverter diretamente para a associação. O objetivo inicial é angariar 500€ para reabilitar o isolamento térmico de um telhado.

Segundo a marca, mais de 420 mil portugueses sofrem de pobreza habitacional — isto significa que quase meio milhão de pessoas vive sem água quente ou eletricidade, sem janelas, telhados ou portas. “Vivemos atualmente, além de uma crise pandémica, uma crise social. É importante apelar à solidariedade e entreajuda, e unir consumidores, empresas, associações e personalidades para alertar, educar e criar iniciativas que diminuam essas desigualdades”, referem os responsáveis.

A associação sem fins lucrativos Just a Change já reconstruiu centenas de casas e instituições em Portugal, tendo mobilizado milhares de voluntários portugueses e estrangeiros ao longo dos anos. O Projeto a Outra Face, que também se associou à iniciativa, tem como objetivo ajudar várias instituições nas dificuldades e necessidades que enfrentam através de angariações de fundos ou parcerias com as empresas.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Näz – Sustainable Fashion (@naz.fashion)

Cristiana Costa estava a tirar o mestrado em Design de Moda, na Universidade da Beira Interior, na Covilhã, em 2016, quando começou a visitar fábricas e fornecedores portugueses e a perceber que grande parte das marcas internacionais que admirava eram produzidas por cá. Essa descoberta foi determinante para a designer, que sentia que faltava no mercado uma empresa portuguesa de roupa sustentável. 

Aos 25 anos, lançou-se em estudos de mercado e parcerias que acabaram por resultar, em 2017, na criação da Näz, uma marca portuguesa feita com excedentes de produção, materiais reciclados e fibras ecológicas. 

A maioria das propostas é feita a pensar em mulheres, mas a oferta alarga-se a homens e miúdos também. Há T-shirts, sobretudos, calças, vestidos e macacões — e é tudo produzido no nosso País. “Não fazia sentido criar uma marca e esta não ser produzida em Portugal do modo mais justo possível”, contou à NiT a criadora em setembro de 2019. Ao longo de todo o processo criativo, há uma preocupação constante com as pessoas e o ambiente, que se traduz na utilização de materiais naturais, minimalistas e com fibras fáceis de reciclar.

Quem quiser ajudar a causa solidária só precisa de comprar um gorro ou cachecol (disponíveis para homem e mulher) através site oficial da marca ou na loja de 60 metros quadrados do LxFactory. A seguir, carregue na galeria para conhecer algumas das propostas com que pode ajudar a reabilitar o telhado de uma família portuguesa carenciada.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT