Lojas e marcas

Até 2030, Primark quer passar a vender apenas roupa feita de materiais reciclados

Os responsáveis estão ainda a trabalhar para assegurar salários mais jutos para todos os colaboradores.

Esta semana, a Primark apresentou a sua estratégia de sustentabilidade, na qual se compromete em reduzir o desperdício no setor da moda, as emissões de carbono na sua cadeia de produção e em melhorar as condições de vida de todos os seus colaboradores. 

No programa Primark Cares, a marca promete que toda a sua roupa será produzida a partir de materiais reciclados ou de origem mais sustentável até 2030, o que atualmente já acontece em 25 por cento de todas as suas vendas. No próximo ano, as T-shirts básicas de homem, mulher e miúdos passam já a ser feitas com algodão de origem sustentável.

A marca vai aplicar mudanças no processo de design para garantir que as roupas possam ser recicladas quando deixarem de ser usadas — com isso, conseguem reduzir o desperdício têxtil. Os responsáveis estão ainda a trabalhar para reduzir as emissões de carbono para metade, eliminar plásticos de uso único em toda a operação e assegurar salários mais jutos para todos os colaboradores.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT