Lojas e marcas

A primeira linha de inverno da Futah tem camisas de flanela, meias e mantas

A marca portuguesa passou a oferecer opções para todo o ano e lançou edições limitadas para ajudar na conservação de espécies.
Sina Luxor.

Começou por ser uma marca portuguesa que vendia apenas toalhas de praia, mas no outono/inverno de 2020 a Futah quer impor-se como uma empresa para todas as estações. No último dia de outubro, os responsáveis anunciaram uma nova coleção que estende a oferta a todo o ano, com novas camisas de flanela, T-shirts, camisolas, mantas e meias.

A ideia, explicam, é passar das praias para o campo e explorar os “trilhos da montanha, as vielas da cidade e o conforto de um fogo à lareira”. Seguindo os mesmos valores que já caracterizavam a marca, as propostas são produzidas de forma sustentável e contam com uma edição limitada de meias desenvolvidas em colaboração com a World Wide Fund for Nature (ANP|WWF) em Portugal.

Cada par de meias representa os quatro animais da coleção — cegonha negra, camaleão do Algarve, cavalo marinho e lince ibérico — e parte das vendas reverte a favor da associação portuguesa para proteger estas espécies. Para fotografar o catálogo, a Futah escolheu Lisboa e a Serra de Sintra como panos de fundo, com modelos reais que pudessem transmitir a realidade dos produtos.

O skater Eduardo Leitão testou as meias, o shaper Diogo Appleton usou as camisas de flanela enquanto construía pranchas de surf e a “hippie” de origens egípcias e dinamarquesas Sina Luxor usou as mantas da marca para se aquecer nas suas viagens pela Europa de autocaravana.

Os preços vão dos 12€ (no caso das meias) aos 55€ (mantas) e as propostas já estão todas disponíveis nas lojas físicas e online da Futah. Carregue na galeria para conhecer algumas das peças que a marca portuguesa propõe para o outono/inverno de 2020.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT