Lojas e marcas

Regresso ao Colombo com filas e muita gente — mas com toda a tranquilidade

As principais lojas do centro comercial foram as que registaram maior procura. A NiT esteve lá e verificou que todas as pessoas se comportavam de forma ordeira e a cumprir as regras.
Várias pessoas na abertura

A terceira fase de desconfinamento arrancou esta segunda-feira, 19 de abril em grande parte do País. Entre as novas permissões, estava a tão aguardada reabertura de todas as lojas e centros comerciais. Para perceber de que forma os lisboetas iriam entrar nesta nova fase, a a NiT esteve no Colombo esta segunda-feira.

À hora de abertura das portas do centro comercial já se notava alguma afluência. Ainda assim, quem ali se deslocou fê-lo de forma calma e ordeira, respeitando sempre as regras de segurança impostas pela Direção-Geral da Saúde nestes tempos de pandemia.

Embora não se tivessem registado grandes grandes multidões nem confusão, algumas das lojas mais concorridas do centro — como a Primark, a Zara ou a SportZone — já tinham fila à porta na hora de abrir. Tudo organizado e cumprindo as devidas distâncias de segurança, para o qual também ajudou o facto de as zonas de maior afluência e onde é esperado que se forme fila estarem preparadas para que essas filas sejam feitas ao centro, deixando os outros clientes circularem normalmente.

Um shopping bem preparado

No que diz respeito à segurança dos clientes, o Colombo foi um dos centros do País que mais investiu em medidas de prevenção da transmissão da Covid-19. O shopping tem um sistema de controlo da utilização de máscara à entrada, incentiva a desinfeção frequente das mãos e limita o acesso a um máximo de cinco pessoas por cada 100 metros quadrados.

Além do reforço da disponibilização de dispensadores de álcool em gel, também foi implementado um sistema de desinfeção por raios UV nos corrimãos das escadas rolantes e aumentada a frequência da renovação do ar a cada dez minutos. As equipas de limpeza e de prestação de serviços também estão equipadas com proteção individual e foram colocados sinais — mais de 2.500 entre cartazes e autocolantes — a explicar todas as medidas que devem ser seguidas pelos clientes.

No que toca à área da restauração, que também passou a poder funcionar desde esta segunda-feira, 19, mesmo que com capacidade reduzida, foram abertos 794 lugares dos 1800 existentes. Os cinemas também já reabriram.

Entre compras, trocas ou devoluções ou simplesmente para dar uma pequena volta, foram muitos os curiosos que não quiseram perder a abertura do centro comercial. Para facilitar o processo de compra, foi ainda disponibilizada aos lojistas a oportunidade de aceder a um serviço drive-in, onde os clientes não precisam de sair do carro para recolher as encomendas que fizeram online ou por telefone.

Se precisar de deslocar-se a este shopping, poderá ainda verificar a afluência através do site e assim planear com maior facilidade a sua visita. Carregue na galeria para ver como correu a abertura do centro comercial.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT