Lojas e marcas

Sugestão NiT: na Banema, a decoração para a casa é arte (e a loja não fica atrás)

Situado em Campo de Ourique, o espaço assume-se como uma janela aberta para o trabalho de marcas nacionais e internacionais.
O azul faz parte do ADN da marca.

No momento em que as pessoas se cruzam com o espaço da Banema, no número 27C da Rua Coelho da Rocha, em Campo de Ourique, sabem que estão prestes a conhecer algo especial. Arte, arquitetura e design convivem de forma orgânica no interior do espaço. Porém, as cortinas azuis na montra, que tapam a visão para o interior, já criam expetativa nas pessoas que exploram a marca nacional capaz de elevar o conceito de design.

Antes de aterrar em Lisboa, em setembro de 2020, o negócio tinha morada no Porto, desde 2016. Porém, decidiram criar um ponto de encontro entre os clientes e os artistas e artesãos na capital. “Precisávamos de um showroom que não fosse na sede para arquitetos e designers terem mais facilidade de deslocar”, explica à NiT André Matos, gestor da loja em Lisboa.

Enquanto procuravam um espaço, encontraram uma antiga galeria de arte em Campo de Ourique. À semelhança do que aconteceu no norte do País, onde também se instalaram numa antiga galeria, procuraram manter viva esta essência e transportar a sensibilidade artística para as peças, decoração e exposição.

“O primeiro intuito do projeto era que fosse uma loja que pudéssemos explorar ao longo do tempo. Por isso, há uma divisão. Do lado direito, vendemos os materiais que a Banema comercializa, do lado esquerdo está a concept store”, diz. E acrescenta: “A loja tinha que ser uma exposição e um local de trabalho em simultâneo, algo versátil. Quando entregámos este cocktail de ideias, os arquitetos que desenharam a loja sugeriram esta dinâmica de quebrar o espaço em várias salas”.

Dois universos, a mesma ode ao design

No Banema Lab, a experiência de mais de 70 anos da marca em madeiras e derivados — o core business da marca, lançada em 1986 — funciona como um laboratório de materiais para construção, madeira, mobiliário e decoração para interiores. Os pedaços de madeira estão expostos tal como se fossem uma obra para admirar numa galeria de arte.

Porém, é no Banema Studio, a concept store, que estão presentes aquelas peças que, por mais pequenas que sejam, transformam qualquer espaço. Além da impressionante magnitude do local, o enorme móvel azul — concretizado pelo arquiteto Pedro Campos Costa — é a estrela que ocupa uma grande parte da loja, contrastando com os artigos que nela se encontram: “A ideia era ter uma cor forte. Um dos factos importantes é que, de uma ponta da loja, conseguimos ver o final”.

O móvel.

A loja, que parece “que está a serpentear o espaço” por sugestão do arquiteto, inclui recortes, círculos e curvas que podem ser observadas desde a entrada. Ao longo desta viagem pelo interior, marcas portuguesas e internacionais contemplam a mostra disponibilizada pela Banema. Primam pelo detalhe em cada objeto, seja uma vela ou uma peça de cerâmica.

Quando visitam o estabelecimento, os clientes encontram velas da Earl OF East, óleos da Maison Louis Marie e peças de cerâmica da portuguesa Bisarro. Estão também expostas esculturas da Magis e as saboneteiras e jarras da Foejke Fleur, além de tapeçarias da slowdown studio e candeeiros de Davide Groppi.

Uma vez que é uma loja focada em tudo aquilo que pode decorar a nossa casa, para os fãs dos famosos coffee table books, a marca também exibe uma seleção de livros da Gestalten, uma editora alemã que tem várias publicações sobre design, arquitetura, arte contemporânea ou moda.

Ao avançar até ao fim da loja, chega-se ao momento em que a unidade Lab e o Studio se cruzam. Neste canto, optam por expor o trabalho de alguma marca do catálogo. Além disso, é ideal para realizar formações para profissionais como arquitetos, designers ou decoradores, que ocupam uma grande percentagem do público-alvo.

Dos candeeiros que iluminam a loja à zona circular criada com pedra acrílica, e que serve para um espaço de reunião, há vários elementos de decoração que se destacam, de acordo com o responsável pela instalação em Lisboa.

“Temos um pouco de todo o mundo, marcas e design de todo o lado, incluindo Portugal. Queremos explorar design de todos os cantos do mundo na loja”, reforça André. Esta vontade continua a ser concretizada num espaço que trata o design por tu.

Além de poder visitar a loja da Banema em Lisboa e no Porto (no número 123 da Rua Adolfo Casais Monteiro), todos os produtos e marcas estão disponíveis no site da marca. Carregue na galeria para ver mais imagens do espaço e de tudo o que pode descobrir no mesmo.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT