lojas e marcas

Valentino vai deixar de usar peles de animais nas suas coleções

A marca de luxo italiana segue a tendência de outras fabricantes e compromete-se a deixar este tipo de materiais em 2022.
A Valentino Polar vai deixar de existir.

A partir de 2022, a marca de luxo italiana Valentino vai deixar de usar peles nas várias coleções. A última que ainda terá este tipo de materiais será a relativa a outono/inverno 2021-22. A partir daí, será encerrada a Valentino Polar e todo o trabalho passa a ser concentrado numa só marca. Já estão a ser pensadas alternativas para as várias peças.

A coleção outono/inverno de 2023-24 será a primeira a surgir neste novo posicionamento da Valentino. “O conceito sem peles está alinhado com os valores da nossa empresa. Estamos a avançar na procura de diferentes materiais com a perspetiva de conseguirmos uma maior atenção ao ambiente para as coleções dos próximos anos”, explicou a marca.

A não utilização de peles é uma tendência que tem marcado os últimos anos da moda de luxo. Prada, Versace, Gucci e Armani são algumas das empresas que já não usam esses materiais nas várias coleções que são criadas.

Em 2018 a Gucci anunciou o mesmo que a Valentino se compromete agora a fazer. Já a Prada estreou em 2020 uma coleção com peles falsas para a estação primavera/verão.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT