Lojas e marcas

Grupo da Zara com prejuízo astronómico: vão fechar até 1200 lojas

A pandemia de Covid-19 afetou (e muito) a Inditex. A cadeia de lojas prevê encerrar centenas de espaços nos próximos dois anos.

A pandemia de Covid-19 que continua a assombrar o mundo trouxe não só uma crise sanitária como financeira. Os pequenos negócios sofreram graves consequências, mas não só: também as grandes cadeias de lojas estão a mostrar-se afetadas com o vírus.

De acordo com a notícia avançada esta quarta-feira, 10 de junho, pelo jornal “Expresso“, “a espanhola Inditex, dona das cadeias de lojas Zara, Massimo Dutti, Bershka e Pull&Bear, entre outras, registou no primeiro trimestre do corrente ano fiscal (entre fevereiro e abril) um inédito prejuízo, com perdas de 409 milhões de euros, que comparam com o lucro de 734 milhões de euros em igual período do ano passado”.

De acordo com a publicação, o encerramento dos espaços físicos durante quase dois meses penalizou as contas da empresa — embora as vendas online tivessem disparado. Este cenário vai obrigar o Grupo de Amancio Ortega a redefinir a estratégia. “A Inditex espera que até 2022 as vendas online representem mais de 25% das receitas do grupo. Por outro lado, a empresa irá fechar entre 1000 e 1200 lojas de menor dimensão nos próximos dois anos”, pode ler-se.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT