Moda

As peças da Lacoste passaram a ser feitas em Viseu. A culpa é da guerra

Uma empresa têxtil nacional tirou partido da conjuntura internacional e até já juntou a Hugo Boss à lista de marcas com quem trabalha.
É a marca dos famosos pólos

Os blusões que deveriam ter sido feitos na Ucrânia, são agora feitos em Portugal, mais concretamente em Viseu. Consequência direta da guerra com a Rússia, a indústria ucraniana tem estado em alvoroço há vários meses e os portugueses aproveitaram a oportunidade para desviar o negócio.

Segundo o jornal “Eco”, essa encomenda acabou por ficar nas mãos de uma empresa de Viseu, que negoceia agora diretamente com a marca francesa. “Estamos a entrar no circuito de fornecimento da Lacoste, que é um cliente potencialmente interessante”, explica o presidente executivo da Goucam, citado pelo jornal económico.

A empresa, que tem quase 400 trabalhadores em várias unidades no interior do País, de Castelo Branco a Arganil, produz agora também peças para a etiqueta alemã Hugo Boss. As encomendas da marca ocuparam mesmo uma fábrica inteira da Goucam durante seis meses.

A ascensão destas marcas deve-se, também, à diminuição das encomendas da Inditex e do mercado espanhol, explica o responsável pela empresa. Se antes representava 85 por cento do volume de encomendas, hoje esse valor é de apenas de 50 por cento.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT