Moda

Marca portuguesa Cata Vassalo lança as bandoletes mais bonitas para o verão

Os acessórios são, como já é habitual, feitas à mão com pedras semi-preciosas.
Com pedras semi-preciosas.

Nos últimos anos, Cata Vassalo foi motivo de conversa em muitos casamentos portugueses. A marca criada por Catarina é especialista em toucados para noivas e convidadas, mas não só: tem lançado várias coleções de bandoletes que fazem sucesso entre as amigas.

Os acessórios coloridos são feitos à mão com materiais como pedras semipreciosas e pérolas. Para este verão lançou esta sexta-feira, 19 de junho, cinco propostas que se adaptam a vários looks.

Tem muito por onde escolher.

As bandoletes têm tons como azul, branco, vermelho e castanho e podem ser usadas quer com jeans, T-shirt e sapatilhas, por exemplo, ou num jantar mais formal, conjugadas com um vestido longo fluído — outra das tendências para este verão.

Pode comprar estes acessórios através do site da marca portuguesa — custam a partir de 60€.

Como começou Cata Vassalo?

Quando era miúda, Catarina passava o verão na Praia Grande, em Sintra. “Durante o dia eu e a minha irmã Madalena andávamos pela praia a vender colares de missangas. Eu fazia e ela parecia uma verdadeira vendedora de bolas de Berlim. Gritava bem alto ‘olha os colares de missangas’. Eu ficava cheia de vergonha,” conta. Foi assim que, durante alguns anos, Catarina se entreteu e dedicou à sua paixão pela bijuteria. Mais tarde, em 1998, inscreveu-me num curso profissional de Restauro de Metais, em Sintra.

“Quando terminei fui diretamente para o desemprego. Acabei a trabalhar no restaurante Pôr do Sol, que era dos meus pais. Até que em 2006, o meu marido, na altura namorado, Francisco Azevedo, propôs-me irmos viver para Southampton, em Inglaterra.”

Ele ia tirar um curso em Arquitetura Naval e sugeriu que Catarina começasse a vender as suas peças naquele país. Os primeiros tempos não foram fáceis. Catarina tinha um contacto que lhe enviava missangas da Índia e peças semi-preciosas e fazia a bijuteria a partir daí. “Bati de porta em porta e fiz alguns eventos. Passei alguns anos a vender apenas para lojas e não diretamente aos clientes.”

Um dia, “fartos do mau tempo”, o casal fez as malas e meteu-se no avião em busca de uma nova aventura. Aterraram em Valência, Espanha, e as coisas correram bem. “O Francisco arranjou trabalho na área e eu abri a loja ‘Biju e Etc’”, conta.

Neste espaço, a portuguesa vendia todo o tipo de bijuteria. Começou, também, a experimentar fazer toucados (um acessório muito usado no cabelo das noivas). “Tinha uma prateleira pequena com eles e lembro-me perfeitamente do dia em que vendi o primeiro, a 29 de abril de 2011, no dia do casamento de Kate Middleton com o Príncipe William. Era branco com penas e uma flor. Se não me engano, custava 38€.”

Passados cinco anos, Catarina ainda regressou uma temporada a Inglaterra, antes de voltar para Portugal. Em 2016, depois de fechar a loja de Espanha, criou a marca online Cata Vassalo, que vendia além dos acessórios para noivas, bijuteria. Em maio do mesmo ano, juntou-se com Madalena Braga e juntas tiveram um espaço em Lisboa. Entretanto, a 29 de janeiro de 2017 cortou a fita do seu atelier e loja, em Alcabideche.

A seguir, carregue na galeria para conhecer melhor as novas bandoletes.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT