Moda

Coachella: os looks mais sensuais, originais e bizarros do último fim de semana

O festival de música mais excêntrico do mundo voltou para uma segunda investida, recheada de ideias e vestimentas originais.
Alguns dos looks.

Depois de uma série de looks descontraídos no primeiro fim de semana, o desfile de moda no Coachella Music Festival continuou nos últimos dias no encerramento do evento. Com as franjas e os conjuntos de inspiração ocidental — como os looks retro dos anos 60, 70, 90 ou 2000 — bastante presentes nos visuais, foram as botas de cowboy, os crop tops e as minissaias que mais estiveram em destaque entre as tendências mais marcantes no recinto.

O segundo e último fim de semana da edição de 2024 do festival decorreu entre os dias 19 e 21 de abril. Pelo deserto de Indio, na Califórnia, passaram nomes como Ice Spice, Lana Del Rey, Sabrina Carpenter, Tove Lo, Peso Pluma, Justice, Doja Cat, J Balvin e No Doubt. No entanto, como o evento já nos habitou, o espetáculo também acontece fora dos palcos.

A audiência do festival não deixou de mostrar alguma pele, encontrando uma série de formas criativas para o fazer. Assistiu-se a uma grande variedade de tendências, que foram desde o boho ao desportivo, passando pelo utilitário e houve até quem desse um toque formal aos visuais arrojados do Coachella. O contraste foi uma das principais apostas na maioria dos visitantes.

Sabrina Carpenter, por exemplo, voltou a estar em destaque. A artista subiu ao palco num look monocromático em tons de azul pastel, apostando num vestido com uma saia bastante subida de tule que chocava com o casaco estilo motociclista. Um modelo bastante mais arrojado do que o primeiro, uma camisola básica oversize branca e uns calções de ganga. 

Tinashe optou por algo mais seguro com uma T-shirt simples, mas deixou que o chapéu de cowboy com estampado de cobra e as botas fossem o statement. As texanas brancas de Victoria Monét também lançaram o mote, embora a cantora tenha chamado à atenção pelo visual ousado, um corpete transparente com uma saia com efeito rasgado.

O Coachella surgiu em 1993, quando os Pearl Jam decidiram fazer um concerto, na Califórnia, num protesto contra os preços dos bilhetes praticados pela Ticketmaster. O espetáculo — um ato de rebelião do grupo — conseguiu juntar mais de 25 mil pessoas.

A partir daí, cresceu a esperança de que um segundo Woodstock tinha chegado e vinha para ficar, mas, na verdade, surgiu outro conceito que com o passar dos anos se tornou uns dos mais reconhecidos mundialmente, juntando cerca de 125 mil pessoas em cada um dos dias das edições.

Aproveite e leia o artigo da NiT em que lhe contamos que Billie Eilish e Lana Del Rey juntam-se para um dueto surpresa no Coachella: as artistas cantaram “Ocean Eyes” e “Video Games”, dois dos maiores sucessos das suas carreiras.

Carregue na galeria para recordar os looks que marcaram o último fim de semana do Coachella.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT