Moda

Country, desportivo e acessórios: as tendências de Mariana Machado para os festivais

A criadora de conteúdos esteve à conversa com a NiT no Primavera Sound e revelou os seus indispensáveis.
O look do último dia do festival.

Sempre que fala do seu percurso, Mariana Machado gosta de relembrar como tudo começou. Quando era miúda ocupava as tardes a vestir as peças de roupa e acessórios da mãe, ou calçava apenas os sapatos altos e andava a passear pela casa toda. Hoje, com 35 anos, é uma das personalidades nacionais que dita tendências no mundo digital.

“O segredo está em mantermos a nossa essência e se calhar, em irmos buscar opções mais fora da caixa e que mais ninguém se ia lembrar”, começa por contar à NiT a influencer que, durante oito anos exerceu a sua formação principal, enfermagem, e em 2018 largou tudo para se dedicar à sua grande paixão: a moda.

No dia a dia, o street style acaba por ser o epítome da expressão individual diária de cada um. Contudo, há pessoas que aproveitam os festivais de música para criarem visuais que habitualmente não usariam, seja pelo contexto onde trabalham ou, simplesmente, por recearem ser criticados por escolhas mais arrojadas.

A produtora de conteúdos digitais reconhece que a época deste tipo de eventos é sempre uma boa oportunidade para dar asas à criatividade e partilhou com a NiT as suas apostas para a temporada deste ano, que arrancou com o Primavera Sound Porto, entre os dias 6 e 8 de junho.

“Country, desportivo e acessórios na cabeça são as três coisas que mais gosto de ver, misturadas com tendências que vamos continuar a ver ao longo do ano. O country está em alta, os looks mais desportivos como estou hoje, apenas com calças, um top, um casaco e sapatilhas, acabam por transmitir uma vibe mais cool e descontraída, e, claro, os acessórios, que podem mudar completamente até o look mais básico”, explica à NiT.

No primeiro dia, a influencer portuense optou pelo estilo country, com um vestido curto castanho, botas cowboy, um casaco oversized e acessórios que conferiram uma vibe texana ao visual, neste caso o cinto. No segundo dia, optou por um outfit mais descontraído e desportivo. As suas novas sapatilhas New Balance foram a base do look, que combinou com umas calças da Zara Homem, um top e um casaco da Mango da coleção de inverno.

“Antes dos festivais adoro ir dar uma vista de olhos à secção de homem, é o meu grande segredo. Ninguém se lembra de lá ir, portanto, as probabilidades de encontrar alguém com o mesmo visual são baixas. E depois, por serem peças oversized, transmitem uma vibe mais descontraída e cool”, revela. 

 
 
 
 
 
Ver esta publicación en Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Una publicación compartida de Mariana Machado / Fashion (@marianamachado____)

No terceiro dia optou por um vestido de renda, igualmente combinado com um casaco oversized. “A renda foi uma tendência que vimos muito no ano passado e transitou para este ano. As próprias tendências ajudam-nos a criar looks. Basta estar atento, por exemplo, ao festival Coachella, que dita as tendências para todos os outros festivais. Depois, basta brincar com propostas semelhantes — estes eventos são para nos divertirmos”, defende.

À NiT, Mariana ainda admitiu o desafio que tem sido aliar o seu estilo habitual com o conforto que a gravidez exige. “Quando soube que estava grávida disse que não queria perder esta minha vertente, não queria criar apenas looks de grávida, até porque muitas pessoas já me seguiam antes. Eu própria fico triste quando vejo influencers que gosto de acompanhar a criarem apenas visuais de grávida. Então tento fazer um equilíbrio”, acrescenta.

Embora o seu trabalho na moda exija que esteja sempre a par das últimas tendências, Mariana não se considera demasiado consumista e continua a seguir esse mote durante a gravidez. “Não vou estar a comprar roupas que depois não vou conseguir usar. Posso comprar um tamanho maior em vez de optar por um modelo da secção de grávidas. Há vestidos com elástico ou peças largas que muito bem posso usar nesta fase e depois. E claro, a solução mais rápida e fácil é atacar o armário do marido”, conclui.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT