moda

Esta empresa usa pele de salmão para fazer pulseiras e carteiras de luxo

A marca diz que é uma espécie de couro mais exótico e muito resistente. Tudo produzido com alimentos que iam para o lixo.
Dá para diversas utilizações

As peles dos salmões estão a ser aproveitadas por uma empresa francesa para fazer pulseiras, relógios e até carteiras de luxo. A Ictyos refere mesmo que o material se assemelha a couro e que é muito resistente. Para as fazer, reaproveitam alimentos que de outra forma iriam para o lixo e seriam desperdiçados. O objetivo é dar-lhes uma nova vida e apresentar uma alternativa à pele de outros animais.

“A pele do salmão tem muita elasticidade e elegância. Tem menos de meio milímetro de espessura, mas apresenta uma resistência que é quase equivalente à do couro de vaca”, explicou Benjamin Malatrait, um dos três amigos fundadores da Ictyos, à edição britânica do “Metro”.

As escamas fazem lembrar um lagarto. Visualmente, é bastante exótico”, continuou. A empresa teve uma experiência de seis meses numa incubadora de startups que é responsável por marcas como a Louis Vuitton ou a Christian Dior.

O objetivo passa por conseguir fechar contratos com algumas dessas marcas. Atualmente a empresa conta com 250 clientes regulares. Muitas usam a pele de salmão trabalhada para fazer pulseiras de relógios, malas ou até roupas, como apontamentos de ténis, por exemplo.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT