Moda

Esta exposição só tem peças de roupa criadas a partir de sementes

A iniciativa Semente da Moda expõe o trabalho da jovem designer Carolina Costa. Vai poder ver tudo até domingo.
Pode ver tudo até domingo.

Até ao próximo domingo, 17 de outubro, o LeiriaShopping recebe a Semente da Moda, uma iniciativa que pretende desafiar a comunidade a refletir sobre o tema da moda sustentável. A jovem criadora Carolina Costa, que ganhou o Prémio Moche na ModaLisboa este ano no concurso Sangue Novo, desenhou em exclusivo para o centro comercial três peças protótipo produzidas com materiais sustentáveis e sementes.

O protótipo da coleção de roupa natural, que está exposta no Piso 0 do shopping, é inspirada em trajes populares da região e coloca o ciclo das peças em perspetiva. Produzidas a partir de materiais biodegradáveis, estas três peças podem ser plantadas no final do seu ciclo, dando origem à matéria-prima com que foram criadas.

Para o projeto Semente da Moda, que inclui um casaco, um vestido e uma peça para criança, foram usadas, entre outras matérias-primas, 2293 sementes, como de girassol, abacate ou cânhamo, embutidas na trama e na produção do próprio tecido. Mas as propostas também foram confecionadas com algodão orgânico e tingidas com tintas de origem natural, como a curcuma.

Para o vestido, por exemplo, a designer recorreu a 12 sementes de girassol e 3,5 metros de tecido orgânico, feito a partir da fibra da semente de cânhamo. Numa outra perspetiva, foram plantadas cerca de 75 plantas, num total de 875 sementes, de onde foram extraídas as fibras para a trama do tecido.

leiriashopping
Uma das peças.

“Hoje em dia, a questão da sustentabilidade é uma prioridade, mas temos de arranjar formas criativas e apelativas para que seja efetivamente uma realidade nas ruas. Este tema tem de passar a ser um ato inato e não apenas um ato esporádico”, explica Carolina Costa.

Durante a iniciativa, o LeiriaShopping vai também dar a conhecer as boas práticas das lojas do centro que têm soluções sustentáveis, como produtos mais amigos do ambiente e recolha de roupa usada. Estas lojas estão indicadas com o símbolo “Semente da Moda” durante este período, assim como uma página dedicada ao evento, que pode consultar no site do centro.

Ainda inserido neste tema, haverá um workshop para aprender a fazer acessórios de moda com tecido recuperado já este sábado, 16 de outubro, entre as 10 e as 13 horas, na entrada sul do centro comercial. Cada participante criará um scrunchie a partir de tecido reaproveitado de peças de roupa danificadas, dando-lhes assim uma segunda vida. 

A sessão estará a cargo da Mind The Switch, a primeira marca portuguesa a criar eventos privados de troca de roupa. O projeto estará presente pela primeira vez nesta região para a exposição do LeiriaShopping com o workshop de entrada livre. Não é necessária a inscrição, basta aparecer e participar.

Sangue Novo na ModaLisboa

Foi na passada quinta-feira, 7 de outubro, na Estufa Fria, que decorreu o concurso Sangue Novo. Os cinco finalistas já são conhecidos e vão disputar o prémio na próxima edição do evento, para a estação de primavera/verão de 2022. Filipe Cereja, Ivan Hunga Garcia, Veehana, Maria Clara e Maria Curado são os escolhidos.

A única premiada da noite foi precisamente Carolina Costa, vencedora do prémio atribuído pela Moche — 1.500 euros para alavancar a sua criação. “Flourish Society”, a linha que levou, explora os volumes e as formas dos tecidos, inspirada nos trajes das comunidades Surimanese e os Kotoberes, que escondem as formas femininas através de roupas que não definem a silhueta. Carolina Costa quis usar essa inspiração com vestidos embalados, casacos oversized, chapéus e lenços, com o mesmo padrão.

Carregue na galeria e veja algumas peças das coleções finalistas Sangue Novo e da vencedora do prémio Moche, Carolina Costa. Para saber mais, leia o artigo completo na NiT.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT