Moda

As jardineiras estão outra vez in — e estes são os modelos em que vale a pena apostar

Esta peça de vestuário será tendência na próxima estação e a NiT reuniu algumas das melhores propostas que já chegaram às lojas.
Há modelos brancos, azuis, pretos e tie-dye.

Em inglês, as jardineiras são conhecidas como “dungarees”. Acredita-se que este nome lhes foi dado por causa de Dongari Kapar, uma vila portuária perto de Bombaim, na Índia, onde é tradicionalmente fabricado um tipo de algodão grosso. O nome hindi para o tecido feito com este material também é semelhante: “dungri”.

Os registos do nome dado a este tipo de pano na língua inglesa datam a 1605, quando era importado a preços baixos aos indianos pelos ingleses. Era geralmente fabricado no tom mais característico da ganga, azul indigo, e muitas vezes usado para fazer jardineiras, usadas pelas tripulações dos barcos e por trabalhadores agrícolas.

Gradualmente, “dungaree” foi sendo adotado popularmente para fazer referência à peça de vestuário composta por calças, um bibe e alças de ombros em vez de ao próprio tecido. Durante a Primeira Guerra Mundial, as mulheres começaram a ocupar a maioria dos cargos fabris e usavam as jardineiras como uniforme por serem uma proteção ideal contra o óleo e a gordura.

Ao longo dos anos, as jardineiras tornaram-se parte do vestuário mainstream. Como muitas das peças mais icónicas da indústria da moda, começaram por produzidas com um propósito funcional e acabaram por se tornar em clássicos. Em 2021, são tendência para a primavera. A NiT reuniu algumas das melhores propostas que já chegaram às lojas — carregue na galeria para as conhecer.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT