Moda

Maior mercado vintage da Europa com roupa vendida ao quilo também vai passar por Lisboa

Por lá vai encontrar várias marcas conhecidas e uma grande diversidade de peças, tudo a preços low cost. A entrada é gratuita.
O evento acontece ao longo de três dias.

Já lhe tínhamos revelado que o maior mercado vintage da Europa ia estar em Vila Nova de Gaia, nos próximos dias 5 e 6 de abril. “E Lisboa?”, foi um dos comentários mais repetidos. Pois bem, lisboetas, temos boas notícias. 

Haverá mais uma oportunidade para marcar presença num evento da Vinokilo. De 12 a 14 de abril a iniciativa vai estar no Mīrārī, na Avenida 24 de Julho, em Lisboa. Por lá vai conseguir encontrar opções únicas, desde roupas femininas e masculinas dos anos 50 aos anos 10. “Temos vestidos e camisas malucas, roupas esportivas e de streetwear. Além disso, não perca sapatos e acessórios exclusivos (cintos, bolsas, lenços)”, revela a organização.

Vão estar disponíveis “mais de duas toneladas de roupas vintage” — entre os tamanhos XXS a 3XL — sendo que a oferta é renovada em ambos os dias. A particularidade é que tudo o que é comprado é pago ao quilo, variando o preço consoante o artigo e a marca, que pode ir desde a Calvin Klein, à Nike, não esquecendo a Levi’s, por exemplo.

É ainda possível dar um novo destino aos conjuntos que tiver no armário e que já não lhe servem ou que estão simplesmente a ganhar pó. O sistema Give Back Bar permite que por cada quilo da roupa doada (em boas condições), receba um voucher de quatro euros. Contudo, não são aceites marcas de fast fashion, acessórios, meias, roupa interior ou de criança.

A entrada é livre, mas os bilhetes gratuitos são limitados. Ou seja, assim que terminarem, a entrada passa a custar cinco euros. Caso esteja interessado em participar e, embora possa comprar o passe à entrada, o melhor é reservar primeiro online, para não correr riscos. Na sexta-feira e no sábado, o evento decorre das 12 às 18 horas e no domingo, das 12 às 17 horas.

Vinokilo surgiu na Alemanha, em 2016, e é considerado o maior mercado do ramo na Europa, tendo espaços espalhados nos Estados Unidos, no Canadá e no Japão, onde fazem a seleção de artigos de qualidade. Desde o seu nascimento que já percorreu mais de duzentas cidades no continente e o projeto dedica-se a recolher peças usadas depositadas em 35 armazéns de reciclagem.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT