Moda

ModaLisboa: Nuno Baltazar convidou Catarina Furtado para fechar o evento

O criador português apresentou a sua nova coleção pelas 21h30 deste domingo no Capitólio, em Lisboa.
Catarina Furtado estava fantástica.

Na noite deste domingo, 10 de outubro, Nuno Baltazar encerrou a ModaLisboa com o último desfile da 57.ª edição — a mesma que assinalou 30 anos desde a fundação do evento. Depois de uma edição 100 por cento digital em abril, o público está de regresso, mas limitado. Quem quiser, pode acompanhar a Lisboa Fashion Week através das apps ModaLisboa e do site oficial da organização.

Ao final da noite, o Capitólio encheu para ver uma linha feminina, elegante e em tons leves, que combinou telas de linho natural com jacquards e rendas estruturadas de algodão. O branco foi, sem dúvida, a cor dominante, combinada com bege e detalhes de acessórios em lantejoulas prateadas. Silhuetas anatómicas ou oversized conviveram com comprimentos longos ou midi. 

A nova linha do criador chama-se “Diary” e pretende ser um diário visual que projeta um novo futuro. Ainda é incerto e sem cor, uma reflexão sobre o tempo presente. Esta coleção apresenta-se como uma tela em branco que quer pôr em destaque as volumetrias e a experimentação conceptual.

nuno baltazar
Maravilhosa.

Em destaque estiveram as manequins, todas elas com o seu próprio espaço no Capitólio. Catarina Furtado encerrou a última noite perante um público em alvoroço. Subiu um pedestal ao centro do espaço, reservado para si. A seu lado, estavam também Rita Fortes e Telma Santos, rodeadas das modelos que marcaram esta edição do evento. Para o ano há mais.

Como começou Nuno Baltazar

Formado em Design de Moda pelo Citex, em 1998, Nuno Baltazar venceu vários prémios ao longo do seu percurso académico, como o de Jovens Criadores da Revista Máxima, em 1995 e 1996 e Porto Moda, em 1997. Estreou-se no Portugal Fashion em 1997, numa dupla com Paulo Cravo. Foi também com ele que, em 1999, iniciou apresentações regulares de coleções na ModaLisboa.

A partir de 2004, Nuno Baltazar passou a assinar apenas com o seu nome e, nesse mesmo ano, fez a sua estreia individual no Portugal Fashion, numa edição realizada no Funchal. Em maio de 2005, inaugurou a sua primeira loja no Porto, como extensão do seu trabalho de atelier, onde estão disponíveis as suas coleções de pronto-a-vestir.

Colaborou com personalidades como Carminho, a maestrina Joana Carneiro, Catarina Furtado, Dalila Carmo, Custódia Gallego, Maria João Luís, Raquel Strada e Victória Guerra. Ao mesmo tempo, o seu gabinete criativo desenvolveu vários projetos de fardamentos, como para a EDP, Casino da Póvoa do Varzim e Hotéis IBIS.

Foi nomeado para os Globos de Ouro como Melhor Designer em 2008, 2010 e 2013, ano em que venceu nesta categoria. Em 2015, aos 39 anos recebeu a comenda da Ordem do Infante D. Henrique. Em 2020, regressou às apresentações de coleções de moda de autor.

A seguir, carregue na galeria para ver imagens do desfile de Nuno Baltazar na ModaLisboa “And Now What?”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT