moda

Morreu Virgil Abloh, diretor criativo da Louis Vuitton

Tinha 41 anos e foi vítima de um cancro raro no coração, que lhe tinha sido diagnosticado em 2019.
Virgil Abloh tinha 41 anos.

Virgil Abloh, diretor criativo da Louis Vuitton, morreu este domingo, 29 de novembro. Tinha 41 anos e desde 2019 que lutava contra um cancro raro no coração. Nas últimas horas foram várias as figuras ligadas à moda, e não só, que lhe prestaram homenagem nas redes sociais.

“O grupo LVMH, a Louis Vuitton e a Off-White estão profundamente entristecidos por anunciar a morte de Virgil Abloh, este domingo, 28 de novembro, vítima de um cancro que combatia há vários anos”, escreveu a empresa na sua conta do Twitter.

“Estamos devastados por anunciar a morte do nosso querido Virgil Abloh, pai, marido, filho, irmão e amigo devoto”, escreveu a família através da conta de Instagram de Abloh. Da Gucci também chegou uma reação: “sentiremos profundamente a sua falta, embora a sua visão permaneça viva através dos caminhos que trilhou ao longo da sua carreira.”

Alexandre Arnault, vice-presidente da Tiffany & Co., deixou igualmente uma mensagem. “Abloh foi a essência da criatividade moderna”. O designer foi diagnosticado com angiossarcoma cardíaco, um tumor maligno raro no coração, em 2019. Preferiu resguardar-se durante estes últimos anos devido aos tratamentos duros a que estava a ser sujeito.

Nasceu em Rockford, Illinois, nos Estados Unidos, e sempre foi fã de hip-hop. Começou por ser DJ e só mais tarde se formou em engenharia civil e depois em arquitetura.

Desde 2000 que era consultor de arte de Kanye West. Em 2012 criou a primeira marca, a Pyrex Vision. A Off-White nasceu um ano depois, marca que acabou por ser comprada pelo grupo da Louis Vuitton. Foi o primeiro diretor criativo negro da conhecida empresa de luxo.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT