Moda

Nike volta a declarar guerra à Adidas com acusações de plágio

A gigante do mundo do desporto emitiu um pedido para bloquear todas as vendas das peças "copiadas" produzidas pela concorrente.
Não é a primeira vez que a marca se envolve neste tipo de drama.

Se alguém lhe pedisse para indicar o nome de duas marcas de desporto, certamente que o nomes Adidas e Nike seriam os dois primeiros de que lembraria. No entanto, e apesar de as duas gigantes parecerem viver em harmonia — ainda que no mesmo segmento de mercado — há anos que são adversárias, e essa rivalidade voltou à ribalta, graças a uma acusação de plágio por parte da Nike à concorrente Adidas.

De acordo com a marca alemã com nome de deusa grega, a Adidas terá copiado a sua tecnologia Flyknit, e usou-a em vários dos seus modelos, alterando o nome para Primeknit. Isto fez com que a primeira desse entrada com um processo judicial na Comissão do Comércio Internacional de Washington, pedindo que fossem bloqueadas as vendas de todos os produtos da marca concorrente, que usassem essa fórmula em solo norte-americano. Além disso, a etiqueta desportiva quer que qualquer indemnização que venham a receber seja paga a triplicar por cada uma das cópias.

As sapatilhas da Adidas produzidas com o tecido Primeknit.

Caso este impedimento seja aceite, a Adidas — que utiliza o têxtil Primeknit nas linhas de Pharrell Williams e de Stella McCartney —, poderá ter um prejuízo que ronda os 800 milhões de dólares — cerca de 709 milhões de euros — nas vendas. Contudo, a marca alemã já informou que irá recorrer do processo.

A tecnologia Flyknit patenteada pela Nike, que representa 100 milhões de dólares de investimento e levous uma década a ser desenvolvida, foi lançada em 2012 durante os Jogos Olímpicos de Londres. Segundo a etiqueta, a técnica recorre a fios feitos a partir de materiais reciclados para criar um tecido que dá a sensação — a quem usar as suas sapatilhas, claro — de estar a calçar uma meia. 

Esta não é a primeira vez que a marca desportiva norte-americana se vê envolvida em processos judiciais. Em 2018, foi a vez de a Puma ser acusada pela Nike de ter copiado esta mesma tecnologia, a Flyknit. Já em 2016, a Skechers foi alvo de um processo semelhante, pelo mesmo motivo.

Carregue na galeria para conhecer outros modelos da marca desportiva que dão um ótimo presente de Natal. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT