Moda

Nikolai: o príncipe modelo da Dinamarca que desfila para as grandes casas de moda

Foi dispensado dos deveres reais para seguir o seu caminho e perdeu o apoio financeiro da família. Estranhamente, diz que não quer fazer carreira na moda.
Tem 22 anos.

Sua Alteza Real Príncipe Nikolai da Dinamarca, Conde de Montpezart. É este o título oficial (e improvável) do novo modelo masculino que tem estado a dar que falar na indústria da moda. Nasceu em Copenhaga, a 28 de agosto de 1999, o que significa que, com apenas 22 anos, já desfilou para algumas das marcas de luxo mais reputadas do mundo, entre elas a Burberry, a Dolce & Gabbana ou a Dior.

A estreia de Nikolai nas passerelles aconteceu nas semanas da moda do inverno de 2018 e foi precisamente com as famosas gabardines e axadrezados da casa inglesa que se apresentou à indústria. Assinou pela agência de modelos Scoop Models com 18 anos e a sua carreira disparou rapidamente.

O sexto na linha de sucessão

Esta não é a primeira vez que um membro da realeza se destaca na moda, mas é certamente a mais notável. Nikolai é o sexto na linha de sucessão à coroa dinamarquesa e, numa nota pouco usual, recebeu total apoio da sua família para seguir uma carreira forma da norma.

O seu pai, o Príncipe Joaquim, chegou mesmo a defender publicamente a escolha do filho de viver uma vida fora do protocolo real, afirmando ao jornal “Billedbladet” que ele não deveria ser forçado a fazer nada. O futuro do “Nikolai deve ser conduzido inteiramente pelos seus próprios planos”, disse.

Nikolai
Com os pais.

Pais divorciados

Nikolai é o primeiro filho do Príncipe Joaquim e da sua primeira mulher, Alexandra, Condessa de Frederiksborg, que tiveram ainda um segundo filho, o seu irmão mais novo, Príncipe Felix. Tornou-se o terceiro na linha de sucessão poucos dias depois de se estrear na passerelle da Burberry, depois de o seu avô, o Príncipe Henrique, morrer em fevereiro de 2018. 

O Príncipe Joaquim, seu pai, é o filho mais novo da Rainha Margarida II e o tio, o Príncipe Frederico, é o primeiro sucessor ao trono. 

Os pais de Nikolai anunciaram a sua separação em 2004 e o divórcio ficou finalizado no ano seguinte. Entretanto, o Príncipe Joaquim voltou a casar, desta vez com a Princesa Maria da Dinamarca, e Alexandra, a mãe de Nikolai, casou com Martin Jørgensen, de quem também se separou.

Ao contrário, por exemplo, dos príncipes ingleses William e Henry, Nikolai foi dispensado dos deveres reais pelo seu pai — e foi precisamente isso que lhe permitiu seguir uma carreira como modelo. No entanto, esta liberdade veio com uma contrapartida: foi cortado financeiramente pela família real, ainda que os pais lhe paguem os estudos.

A infância

Em miúdo, era alegre e energético, amigável e virado para o desporto e para as atividades físicas. Estudou na escola Krebs School, uma instituição privada em Copenhaga, onde o seu pai havia também estudado. Em 2014, foi transferido para a Herlufshom School e terminou o secundário em agosto de 2018, no mesmo ano em que assinou pela agência de modelos.

Assim que saiu do liceu, entrou na Royal Danish Military Academy, onde iniciou um programa militar de dois anos. Na altura, o seu objetivo ainda era de se tornar num oficial do exército e seguir uma carreira militar. Mas não foi nada disso que aconteceu. Ao fim de apenas dois meses, percebeu que a vida militar não era para si, desistiu, e foi estudar gestão de empresas e serviços na Copenhagen Business School.

Ainda que a sua carreira na moda tenha tudo para se tornar promissora, Nikolai não parece querer assumi-la como um sonho ou um objetivo a longo prazo. Para já, é algo com que se ocupa enquanto termina a licenciatura. 

À revista “Hola”, chegou mesmo a dizer: “Não quero uma carreira como modelo. Prefiro vê-lo como um trabalho que me pode ajudar ao longo do caminho ao mesmo tempo que me educo.”

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por SCOOP MODELS OF SCANDINAVIA (@scoopmodels)

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT